Palanque livre: onde o que conta é a generosidade da proposta, não a força da grana

Ilustração Joana Brasileiro | Jornalistas Livres

Em nome da Democracia, Jornalistas Livres abrem espaço para candidatos comprometidos com os Direitos Humanos e com propostas para a construção de um Brasil mais justo, fraterno e igualitário!

Queridas e queridos irmãos que sonham e constroem diariamente os fundamentos de uma Pátria-Mãe-Gentil para todas e todos os brasileiros!

Enfrentaremos no próximo período eleições dramáticas, em que o candidato preferido pelo povo encontra-se preso sem provas, numa afronta aberta ao Estado de Direito.

Lula é um preso político e quem o mantém preso aposta no cárcere como a única forma de impedi-lo de subir novamente a rampa do Planalto.

Apostam no cárcere como a única forma de arrancar do povo pobre toda esperança numa vida melhor.

A mídia e os candidatos golpistas apostam todas as suas fichas nessa verdadeira mordaça: o operário pobre que se tornou presidente não poderá falar. Não poderá subir aos palanques; não poderá apoiar as forças progressistas estaduais; não poderá influir na formação dos novos Parlamentos (Câmara, Senado e Assembleias Legislativas). Eles querem emudecer a maior voz do Brasil para assim emudecer as vozes de todos os que sonham com um país mais justo.

Com mais de 1,5 milhão de pessoas agrupadas nas diversas redes sociais em que atuam, os Jornalistas Livres constituem-se em um canal do povo brasileiro, para a discussão dos destinos do país de um ponto de vista popular e progressista.

Estamos absolutamente conscientes das dificuldades extremadas da atual corrida eleitoral. É por isso que decidimos abrir espaço nas nossas redes para todos os candidatos do campo progressista que queiram veicular suas mensagens, programações, agendas, encontros, debates.

palanque livre

Trata-se de um espaço que cederemos gratuitamente, sem exigir qualquer contrapartida, porque acreditamos na potência de atuarmos em rede, acreditamos que é nossa forma de retribuir a confiança que nossos leitores depositaram em nós. Acreditamos que é nossa forma de ajudar na divulgação das mensagens que a mídia e os candidatos golpistas tentam a todo custo calar.

Então, venham, podem entrar! A casa é de vocês, é a nossa casa comum. A casa do povo. Vamos debater, mostrar, exibir a força e a inteligência coletiva do campo popular. É preciso ampliar as vozes dos candidatos progressistas para que possamos eleger bancadas fortes e representativas dos setores sempre oprimidos e silenciados.

Tudo isso porque a luta é árdua, mas o povo não desiste de ser feliz!

#LulaLivre

#PalanqueLivre

Mídia democrática, plural, em rede, pela diversidade e defesa implacável dos direitos humanos.

Categorias
DemocraciaDireitos HumanosEleições 2018

Mídia democrática, plural, em rede, pela diversidade e defesa implacável dos direitos humanos.
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish