Mais recentes: crônica

  • Para

    Para te desejo algo sem preço. Tu é elo, afinco, fundação. Serão prendas seus afagos, minha verdade.  Um povo caiçara, negro, teu silêncio e ausências indígenas   sem escritura ou mando. Quando as águas dos mares subirem tuas andorinhas não terão onde pousar. Tua lua cheia, tua maré alta que lambe...
  • Tô fora

    Dizem as más línguas que ocorreu a interjeição arrego. Se assustou com a proposta, questionou. Como posso eu, presidente, arriscar o pescoço a botoque, boca tão grande? Em águas, dessas bem claras, não devem mesmo se arriscar incautos, para tal proa vão jovens ou homens bem astutos, valentes. Por...
  • As paredes do canto

    Vestia a mesma roupa que era sua,  dignifica, tal Pandora de macacão, vela no mar. Era dia de São João e eu procurava balão no céu. Vi um homem no risco da vida, um céu em riste. Por que arrisca-se tal gente, morando em casa de fundo? Ou nem...
  • Sujando as mãos

    De repente, na metrópole, indígenas trazem a argila, ensinam os brancos a sujarem as mãos, meterem os dedos no barro, dar forma, modelar. Já afirmaram os cientistas que de fato a origem da vida pode mesmo estar no barro. As mulheres indígenas, há muito, já deram alegria a isso....
  • Poesia da pior qualidade

    É vermelho o milho que como enquanto a onça de muitos nomes me olha espreita. Tereza, Ernesto, Ricardo. Os três pinos da tomada de poder, balança que não apruma, justiça que trai deserta desespera. Jogam com a terra dos índios, quilombolas ribeirinhos caiçaras. Inebriam os limites nossas reservas legais,...
  • Kriptonita

    A Kriptonita é uma rocha imaginária, de outro planeta, verde, que ao aproximar-se do Superman, começa a brilhar e atinge os poderes dele, enfraquecendo seus super poderes. Rocha assim padece em solo americano, coisa das Amërika, states.  O pensamento mágico é sempre o cumprimento rigoroso de uma regra, submissão...
  • Novas notícias do mundo doido

    Dizem que a árvore plantada por Trump e Macron, no jardim da Casa Branca, em sinal de amizade, morreu, findou, não resistiu. Dizem também que o Salvator Mundi, quadro de Leonardo da Vinci, entre as mais  caras obras de arte já leiloadas, está vagando em iate de príncipe saudita,...
  • Como era verde meu canto

    O que substituirá o toque, o pólen, a planta, o cheiro? Será artificial o tato, a mente, o sabor?  Mesmo inteligente, artificial pensa? Noções assim, legiões que incham, fermentam nação. Abala, finda. Nem serei encanto entre tantos fins. Nem recomeço. Tudo pranto seco. Seco, nano partícula, lama, micro plástico....
  • Remover entraves

    O mundo anda meio sem projetos. Ratos não fazem projetos, agem. Roem. Defecam pequenos pontos pretos, urinam onde comemos. Homens fazem projetos, defecam pontos, urinam também, como ratos. Rato é fato. Ratos cheiram-se.  . Por Rodrigo Baptista – do site Do Senado Federal Os senadores Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e...