• OS BICHOS NO BRASIL DOS FATOS.

    É cobra, é anta, é trairão, é macaco, é onça. Será que são as florestas do Brasil e seu fim que dão aos motes a cara e tom de animais? Não sei, ando como com piolhos na cabeça, a coçar a cuca, a coçar ideias. Lula falou que pisaram...
  • PARA AS ÁRVORES NADA.

    As velhas e grandes árvores não votam, ao contrário, sombream. Os seres mais ameaçados são as árvores, os mais quietos, os mais fracos, os mais velhos. Nunca veremos árvores protestando nas ruas, defendendo o direito à terra, direito à moradia, direito à água ou aposentadoria. Se a renda aumentou...
  • TERRA NOVA E APRENDIZ

    Entro no metrô no meio da tarde desta segunda-feira. Meus novos amigos, jovens aprendizes indígenas, querem mostrar-me uma nova terra reconquistada. Eu, já nos pêlos brancos, vou com eles aos desbravamentos de Guarulhos, a vizinha e insólita cidade da capital maior. Muitos daqui se surpreendem ao saberem da grande...
  • MULHER INDÍGENA PRESIDENTE.

    O olhar não faz curvas. Sempre em ângulo reto enxergamos o horizonte e seus redondos, quadrados e quinas. Na visão periférica há plumas. De repente, no escuro dos dias, sente-se o cheiro de urucum, flor de pequi no mato, um cheiro de onça que estranha ronda as cidades e...
  • GESTO E FORMA

    Meu sono perdeu-se certa madrugada dessas. Não sei muito porque sonhamos de repente com imagens diversas e formas longínquas. Tive um sonho nesta semana, entre imagens de  obra de Tomie Ohtake e imagens de grandes cabeças de pedra em templo na Turquia. Despertei intrigado e fui querer entender os...
  • SOLTANDO OS BICHOS

    Ah, meu caro amigo José partira. Era tarde de sol, mas trovões falavam à noite que viria chuva. Assim foi, a noite, José e um céu sem aviões. José partira para os States. A humanidade vai ora soltando os bichos, ora impondo seu churrasco. E agora , José? Em Austin...
  • NA BONN DAQUI

    305 são os povos do Brasil. Irmãos do sofrimento, certos números nos dão friagens na espinha ao lembrar que eram mais, muito mais povos em terra tão vasta para andanças no ano 1500. Chegou de caravelas a morte nesses chãos.  Agora tá de volta o índio, 2017 é o ano...
  • NATAL DO FIM DO MUNDO

    Variações fizeram-se na mente durante o sono longo na chegada do domingo. Sonhei com um natal no fim do mundo. Todo presente era de grego e políticos anunciavam as ofertas nas portas das lojas, no alto dos edifícios. Ah, meu pai, nada lembrava a manjedoura ou a anunciação do...
  • ÁGUA QUE SACIA E NÃO CALA

    Manda mensagem o fotógrafo: a chuva chegou na Chapada dos Veadeiros e foi recebida com alegria, até percebermos que ela quase nem molhou, infelizmente um raio acendeu vários focos de fogo pelo cerrado, no Vale Verde e Vale Dourado. Foram 11 horas para apagar quilômetros de mata em chamas,...