Mais recentes: crônica

  • “Porque no Carnaval eles não fizeram greve?”

    Manhã de quarta-feira, Belo Horizonte, 09h44, e o rosto trabalhador que diz essa frase ao vento, sem destinatário, mas de certo modo endereçada à mim, já está na metade de sua jornada. Tanto hoje como no carnaval, ele teve que madrugar para servir de cobrador no trajeto que vai...
  • O pixo sempre existiu, existe e existirá!

    O maldito da vez é o pixo. De acordo com os legislados que representam a cidade, o problema é o pixador. Ok. Não é educação precarizada, não é saúde ineficaz, não é a segurança problemática, não é moradia insuficiente, não é transporte decente, não é o combate à violência....
  • Uma homenagem à guerreira Marisa Letícia

    Hora doída de sofrer e dizer: adeus, Dona Marisa. Hora eterna e amarga de perda. De confortar e ser confortado na certeza de que injustiças e perseguições não mais lhe farão diferença. Hora de agradecer a senhora por sonhos tidos juntos, que realizaram a certeza de que sim, não...
  • 30 e nada mais até depois dos 65

    *com ilustrações de Carolina Itzá O toque do celular, o beijo, a noite de ontem, o preço da cerveja que já chegou aos 12 e antes não passava de 7. Lembra de dois anos atrás? Quanta coisa foi e quanta é agora na baldeação entre a linha amarela e...
  • A FALSA NOTÍCIA

    O poeta Manoel, andando no meio do mato, teve seu delírio. Alguns dizem que foi picada de cobra sem veneno, outros dizem que é mal de mente, ideias reversas, doença arraigada nos pensamentos, males sem cura. O fato é que o homem pichou o muro da cadeia, em surto,...
1 15 16 17