Bolívia: o que é e o que representa a bandeira Wiphala

Por Jamille Nunes

Foto: La Voz de la Tarija

Por Jamille Nunes

A Wiphala é uma bandeira com sete cores, onde cada uma delas carrega um significado. Ela não apenas é um símbolo dos povos originários da região da Cordilheira dos Andes, como também representa a filosofia andina.

Suas cores e estrutura não são à toa, tal qual sua composição e dimensão. Originalmente quadrada, a simetria simboliza a igualdade dentro do sistema comunitário andino.

As cores da bandeira representam:

o branco – o tempo e o espaço, a história cíclica;

o amarelo – força e energia que unem todas as formas de existência;

o laranja – a sociedade, a formação, educação e prática da expressão cultural,

o vermelho – a Mãe Terra, o mundo material e visível;

o violeta – a ideologia andina de comunidade e harmonia com tudo o que existe;

o azul – os fenômenos naturais, os espíritos e a energia cósmica;

o verde – a produção andina e as riquezas naturais, da superfície e do subsolo;

A Whipala também é uma fração da Chakana, vulgo cruz andina, também quadrada. Esta última, representa pontos cardeais, deuses e o mundo inferior, o mundo do meio e o mundo superior.

Fotos: Marcio Lambert

Origem

Sua origem é misteriosa, mas alguns a atribuem ao povo Tiwuanaku. Em um sítio arqueológico a 70 km de La Paz, se encontram vasos esculpidos com os quadrados coloridos que datam de 200 a.C.

Importante notar que até a invasão, os povos andinos não tinham o costume de usar bandeiras ou estandartes. Isso mudou ao entrarem em contato com os espanhóis.

A Whipala se consolidou como uma bandeira nos anos 70, durante mobilizações campesinas para resgatar a identidade política dos Aimaras. O primeiro registro de alguém a utilizando dessa forma, segundo o historiador Gérman Choquehuanca, aconteceu em 1899, com o líder indígena Zárate Villca, durante uma rebelião da Guerra Federal.

É provável que “Wiphala” derive etmologicamente de duas outras palavras aimaras: “Whipay”, exclamação de triunfo, e “Laphaqui”, que significa fluir com o vento.

Whipala, símbolo pátrio da Bolívia

A bandeira foi tomada como símbolo oficial da Bolívia durante o primeiro mandato de Evo Morales, em 2009. Por isso, ela figurava oficialmente ao lado da bandeira do país, inclusive em uniformes oficiais da polícia local. Uma das formas do polícia boliviana de demonstrar seu posicionamento a favor do golpe foi removendo a Whipala dos seus uniformes, enquanto outros manifestantes de direita atearam fogo nela.

Fotos: Reprodução/La Voz de Tarija e Diario Registrado

Referências: 1 / 2 / 3 / 4 / 5

Categorias
América Latina e MundoBolíviaDestaquesDireitos HumanosPolítica
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta