Arnaldo Jabor e Wagner Moura apoiam manifesto de 15 mil assinaturas contra Bolsonaro

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Por Mônica Bergamo 

Os cineastas Walter Salles e Arnaldo Jabor, o banqueiro Fernão Bracher, o ator Wagner Moura, o economista Eduardo Gianetti, o editor Luiz Schwarcz e o historiador Boris Fausto estão entre as mais de 15 mil pessoas que assinam um manifesto suprapartidário contra a eleição de Bolsonaro e que será divulgado nos próximos dias.

O objetivo do grupo é cobrar das “lideranças políticas democráticas e da sociedade civil que se empenhem num entendimento mais amplo para enfrentar o risco” que a eleição do capitão reformado representaria.

Já o Ministério Público do Estado de SP, a Defensoria Pública de SP e a OAB-SP lançam nesta quarta (17) uma nota que ressalta a “importância da convivência pacífica de distintas opiniões políticas em nossa sociedade”.

O texto pede para todos os cidadãos buscarem o amplo debate de ideias e posições, mas “zelando pelo respeito ao pensamento divergente e refutando toda e qualquer espécie de violência”.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

>