A barbárie de dois anos do golpe

Dois anos da tragédia do governo Temer


Hoje é o dia da vergonha….Cunha , Temer , MBL, Tucanos, Vem pra rua, Bolsonaro entre outros retiraram uma mulher honesta do poder e colocaram no poder Temer, aquele que já foi denunciado duas vezes, até por organização criminosa.

Esta turma se dizia contra a corrupção, mas usam uma justiça seletiva que pune os pobres e protege os nobres. Cadê as prisões dos tucanos? E o escárnio é total Paulo Preto livre  e Lula preso. Cadê os responsáveis pelos tiros na caravana do Lula e no acampamento em Curitiba?


Congelaram em vinte anos o gasto com Saúde e educação, retirando mais de R$ 500 bilhões destas áreas, com o intuito de acabar com o SUS e cobrar mensalidade nas universidades públicas.

Vimos está turma aprovar a reforma trabalhista e condenar os trabalhadores à escravidão.Além da destruição das políticas sociais para os mais pobres e a desgraça toda que vivemos hoje.

Tentaram acabar com a previdência pública, e vão tentar de novo se vencerem as eleições, mas o povo não deixou.

Esta turma dizia que em seis meses a economia ia se recuperar, mas o desemprego só cresce e condenaram milhões de brasileiros a miséria e a fome. E o rombo nas contas do governo em dois anos foi de mais de R$270 bilhões e e neste ano se prevê mais R$ 124 bilhões.

Assistimos a crueldade do presidente da República que aumentou enormemente o gás de cozinha e da gasolina.

E o dólar não para de aumentar.

Dois anos, privatizando parte do patrimônio público a preço de banana e ainda concedendo perdão a multa do Itaú de R$ 25 bilhões, além da  isenção de impostos em R$ 1 trilhão as petroleiras internacionais.

Este é o verdadeiro slogan destes golpistas: tudo para os ricos e para os pobres a miséria e a “justiça” seletiva.

Prenderam a esperança do povo de vencer com facilidade as eleições de outubro, mas acabaram de semear milhões de “lulas”pelo Brasil e a resistência segue forte.

Cometem uma barbárie atrás da outra e instalaram o ódio no Brasil, criando o clima para o aumento da violência que resultou na morte de Marielle e em 2017, setenta pessoas foram mortas em conflitos no campo, que é o maior número desde 2003.

Temer, ainda diz que não houve golpe em 1964, e para relembrar os anos de trevas, faz a intervenção militar no Rio de Janeiro.

A resistência heroica do povo brasileiro contra o golpe ilumina nosso tempo. É tempo de luta e de desobedecer as ordens dos poderosos.

Categorias
DemocraciaDestaquesFim da CLTGolpeMBL
2 comentários:
  • A barbárie de dois anos do golpe | Jornalistas Livres – BRASIL S.A
    12 maio 2018 at 12:51
    Comente

    […] Fonte: A barbárie de dois anos do golpe | Jornalistas Livres […]

  • Gabriela
    13 maio 2018 at 8:55
    Comente

    ótima reportagem, mas tentem começar a revisar melhor os erros de gramática…

  • Deixe uma resposta