Mais recentes: Análise

  • A quem interessa uma intervenção na Venezuela?

    Publicado originalmente em Brasil 24/7, por Gleisi Hoffmann Acabo de voltar da Venezuela, onde participei, como presidenta do PT e a convite do governo eleito, das solenidades de posse do presidente Nicolás Maduro. Não me surpreendi com o ataques e reações por parte de quem não compreende princípios como autodeterminação...
  • Valéria Dallegrave: Sobre bandeiras e vermelhos

    Por Valéria Dallegrave*, especial para os Jornalistas Livres Em primeiro lugar, o MEDO do fantasma do “comunismo”. Acontece que o brasileiro assombrado não sabe dizer aonde vê na realidade este fantasma… Ou sabe. Acredita que qualquer mínima tentativa de justiça social é um uivo da assombração. Permitir que filhos...
  • Apertem os cintos: 2019 deu a largada!

    Por Rosane Borges*, especial para os Jornalistas Livres Nem pompa, nem circunstância A aurora de 2019 vem acompanhada de um novo(?) governo no Brasil que em sua tenra idade já exibe as rugas de um projeto arcaico que nos devolve para um passado que não passa. Carregando a faixa...
  • Evangélicos e seu “caso de amor” com Israel

    Por José Barbosa Junior – Belo Horizonte – Verão/2019* Tornou-se comum, no atual cenário político nacional, ao ver-se uma manifestação da bancada evangélica ou de seus representantes, ter alguém ao lado com a bandeira de Israel. Fato que tem chamado a atenção de muita gente, afinal, em última instância o...
  • Facebook censura tradições milenares

    Por Chico Sant’Anna, jornalista em Brasília e responsável pelo blog Chico Sant’Anna e a Infocom A nota Flechas Cibernéticas, veiculada em edição de dezembro do Brasília Capital, foi ilustrada por mim na versão digital da coluna Brasília com uma foto do conceituado fotógrafo Orlando Brito, retratando o Huka-Huka, durante...
  • Papel do jornalismo é discutir a sociedade e não “ficar de bem com público”

    Por: Vinicius Souza – Jornalista Livre, da MediaQuatro e professor da UFMT (com contribuição de Laura Capriglione)   Um amigo de longa data, “de direita, conservador nos costumes e liberal na economia” postou no Facebook o texto do colunista JR Guzzo, da Veja (íntegra aqui), afirmando ser “jornalismo de...
  • A MAIORIA PODE ERRAR?

    Rodrigo Perez Oliveira, professor de Teoria da História da Universidade Federal da Bahia, com charge de Berzé  Contrariando as previsões dos especialistas, Jair Bolsonaro foi eleito com 55% dos votos válidos, uma votação bem expressiva. O bolsonarismo, definitivamente, é um movimento de massas. Está presente em tudo quanto é...
  • O lugar de Temer na história do Brasil

    Rodrigo Perez Oliveira, professor de Teoria da História na Universidade Federal da Bahia   Michel Temer está se despedindo do Palácio do Jaburu. Pois sim, apesar do grande esforço para ser presidente, mesmo sem voto, Temer não quis morar no Palácio do Planalto. Ficou com medo dos fantasmas, dizem...
  • Conclusão que não encerra

    por Helena Palmquist – conclusão da Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do título de mestre em Antropologia, pelo Programa de PósGraduação em Antropologia, da Universidade Federal do Pará.  A conclusão de um trabalho que traz no título a palavra persistência deve, por um mínimo de coerência, reconhecer, de início,...