• O LENÇOL ESCRAVOCRATA DO AGRO É TOALHA DE MESA DO GOLPE

    Quem imaginaria dez anos atrás que hoje estaríamos novamente falando do significado de trabalho escravo ou pensando em futuras alforrias? O trabalho escravo que aproximou índios e pretos, os negócios no campo e toda a costura política de favores e benefícios políticos na configuração da turma liberal . O...
  • A ÁGUA PASSA, A AREIA FICA

    A tarde segue quente e o corpo pede pensamentos, ideias, sugestões ou segredos. Dentro do carro, na rua Rangel Pestana, vou vendo pelas calçadas tantos pretos, tão grandes, tão pretos, tão fortes, resolutos. Tantos imigrantes e o país inteiro parece andar na calçada, entre lojas, bancos, bares e igrejas....
  • GIGANTE É A VERDADE

    Essa semana boas matérias sobre os índios Panará, os Kreen-Akarore de antes, comemoraram os 20 anos da volta dessa etnia para as terras tradicionais, após quase desaparecerem, entre tantos outros, da história do país. Brasil, país para desaparecimentos, triste sina. Gigante sempre é o homem que sobrevive. Talvez por...
  • ELA JÁ NÃO GOSTA MAIS DE MIM

    Fui caminhar em ruas que nunca andei na cidade. Chegou-me a notícia que um poeta que cuida de gado, boiada de fazenda, cantaria em lugar distante, na Zona Leste da cidade. Alguns dizem que não é bar não, que é trincheira, que é cocho camarada, é resistência. Nesses dias...
  • PRENDEM OS BICHOS E SOLTAM O MONSTRO

    Entre os indígenas a maioridade dá seus sinais no corpo, tal a primeira menstruação ou ejaculação que se mostra. Entre os indígenas ninguém é maior ou menor, mas sim criança, adulto ou velho. Todos ficam sob a guarda de suas identidades e tradições. Punição pelos erros não há, nunca...
  • BARATO, GOSTOSO E ORDINÁRIO

    Quem trouxe a fome foi a geladeira, disse certa vez Carlinhos Brown a Frei Betto. No comer entre os índios, nos últimos anos vi bem, o alimento impune vai se impondo lentamente entre tradições e o trabalho da roça e coleta. O alimento processado, industrializado, talvez seja uma sofisticada...
  • ENTRE COBRAS E BURROS

    Estão subindo o morro para restabelecer a ordem, há uma guerra, dizem muitos. Qual ordem se impõe às desordens? Urutu avança nas ruas do Rio de Janeiro e há 40 anos mandavam todos calarem a boca na PUC de São Paulo. Tudo contribui para perder o sono na noite...
  • PARÁBOLA KUIKURO

    O ar está tão quente ao final do inverno no Xingu e o vento sopra forte todos os dias lambendo a grande aldeia com sua língua de poeira, terra vermelha levantada aos ares no centro da aldeia Ipatsé, do povo Kuikuro. Não fosse o barulho do vento e a...
  • Ama com fé e orgulho a terra em que nasceste

    É 7 de setembro. Sou de uma geração de crianças que estudou o poema “A pátria” de Olavo Bilac na escola, e acreditou que haveria uma república de confiança. E houve. “Ama, com fé e orgulho, a terra em que nasceste!/Criança! Não verás nenhum país como este!/Olha que céu!...
1 2 3 7