Mais recentes: Direitos Humanos

  • ENTRE O REI E O PASTOR

    Nos anos 60, índios não sabiam o que era rei. Mito de índio é história  viva, sem aqueles idealismos gregos que percorremos em nossa gênese. Entre cobras grandes, pássaros de duas cabeças ou o fogo roubado e apropriado de outros, os mitos indígenas não passam por homens atrozes ou...
  • VISIBILIDADE TRANS

    Reportagem de Marcela Marcos, especial para os Jornalistas Livres Evento em São Paulo discute – e ressignifica – o conceito de ‘família’ No último dia 29 de janeiro de 2017,  foi celebrado o Dia da Visibilidade Trans e uma série de eventos aconteceu pelo país, antes e depois da...
  • MUITO ALÉM DA ALDEIA

    O garoto Wera Jeguaka Mirim tornou-se Kunumi MC. Conheci Wera ao lado de seu pai, o escritor Olivio Jekupe, na aldeia Krukutu, da etnia Guarani M’byá, uma das três aldeias existentes na cidade de São Paulo, que resistem além dos 462 anos da ocupação das terras paulistanas. Wera ficou...
  • Após feminicídio em Campinas, mulheres protestam na câmara

    Ontem, dia 01 de fevereiro, diversos coletivos feministas estiveram presentes na primeira sessão de 2017 da Câmara de Vereadores de Campinas. O objetivo era pressionar os presentes pelo reconhecimento do feminicídio ocorrido no dia 31 de dezembro de 2016, no qual Sidnei Ramis de Araújo assassinou a ex-mulher, o...
  • O feminismo da Globo é o feminismo que nos aprisiona

    Foi ao ar ontem a estréia do programa “Amor & Sexo” 2017 com o tema “Feminismo”. Feminismo entre aspas porque o feminismo vendido pela Globo não é verdadeiramente uma luta pela autonomia das mulheres sobre seus corpos e vida. As citações do programa não terão as pessoas identificadas porque...
  • AMOR DE ÍNDIO

    Conheci aquele senhor em 2003. Senhores são simpáticos ao primeiro olhar, bons velhinhos. Ele, contrário à tradição, evidenciava um primeiro olhar rigoroso entre frase firme: muito prazer, Roberto Baruzzi. Preciosos risos seriam consequências no trabalho em equipe,  cravado entre rios volumosos e mata densa entre os excluídos. Um ano...
  • MULHERES (NÃO) LIVRES – Cap. 1: entrevista com Debora Diniz

    #ENTREVISTA: Como é o duro cotidiano das mulheres presas no Brasil? Os Jornalistas Livres conversaram com a antropóloga e professora universitária Debora Diniz, que passou seis meses observando, de perto, a rotina do Presídio Feminino do Distrito Federal e ouvindo os relatos das detentas. O medo do abandono (e...
  • Pataxó, uma história de resistência

    Com o País à beira de um desgoverno, a demarcação de terras indígenas é um assunto urgente que se arrasta há 500 anos, desde que os portugueses chegaram por aqui. No Sul da Bahia, marco zero da história brasileira, os índios Pataxó resistem bravamente aos ataques dos governos neo-liberais...
  • 68 ou 80 – A DANÇA DAS PORTARIAS

    Para se lavar uma roupa suja deve-se olhar bem as manchas do tecido. Pegar todas as cores e metê-las na água é criar outros problemas. Lavar roupa na beira de rio, então, exige outros cuidados, pois se banha também, enquanto se lava. Com as indígenas, observei bem, como lidar...