ELISA LUCINDA – “Só de sacanagem, vou explicar: Lula é inocente, limpo”

Elisa Lucinda

Ao proferir seu voto contra o ex-presidente Lula, o desembargador do TRF4 Leandro Paulsen citou trechos do meu poema que compõe título desse texto. Esclareço e reitero que o poema foi feito contra a corrupção, contra fascistas, contra homofóbicos e contra qualquer abuso de poder ou qualquer uso do dinheiro público em favor de alguns e […]

Lula em nós!

Hoje meus olhos se abriram mais uma vez. Despertei, bocejei, me troquei. ‘Segundona’ brava! Corinthians, campeão! Minhas pernas saíram cedo para comprar pão. Meus lábios e minha boca sorveram um café quente. Passei rápido um creme nos dentes. Meus olhos leram manchetes, vitrines, fios de alta tensão, muros, outdoors, postes, prédios e arranha céus, rodovias […]

Poema do desterro

Os dias de abril vão acabando com a gente 17 em 2016 04 em 2018 E outro ainda virá neste mesmo ano Para lembrar o abaixo de tudo a que nos relegam. Para que gargalhem as hienas, abutres  e vermes Não aguento mais o dia seguinte Não tenho mais coração Arrancaram-no com o Power-point  da desfaçatez As […]