Amarelo: futebol e política por Rogério de Souza

Em um bate papo com colegas do colégio ficou a par de um novo movimento. Lembrou-se, imediatamente, dos protestos de 2013 e 2015. Bebeu uma dose de desânimo Percebeu, contudo, que a grande mídia e muitas pessoas que ele admira declararam apoio àquela iniciativa. Leu o manifesto e concordou com a maioria das teses. Pensou em aderir ao grupo. Mas faltava algo… Pronto! Nota que o tom do grupo é amarelo.

Maradona é único

Por Rafael Castilho especial para Jornalistas Livres Pensei muito antes de falar do Maradona. Decidi que a primeira coisa a se dizer é que me parece absolutamente desnecessário saber se ele é o maior, segundo maior, terceiro maior ou quarto maior jogador da história. Maradona é único. Ao ouvirmos a obra de Tchaikovsky, não estamos […]

Adeus, Dom Diego!

Grafite de Maradona

Morreu Diego Armando Maradona, o mais humano dos deuses do futebol

Futebol e violência contra a mulher na pandemia

ARTIGO Camille Cristina, mestranda em História pela UERJ/FFP, e Daniel Pinha, professor do Departamento de História da UERJ Na semana passada, o técnico Renê Simões defendeu o retorno dos jogos de futebol durante a pandemia. O motivo: seria uma forma de acalmar os ânimos dos homens que agridem suas mulheres em casa, diante do estresse […]