Funai corta cestas básicas a índios do MS

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou à Fundação Nacional do Índio (Funai) e à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) a continuidade da entrega de cestas de alimentos aos indígenas que vivem em terras ainda não demarcadas no sul do estado, na região de Dourados e Ponta Porã (MS). A Conab deverá quinzenalmente informar ao MPF […]

Casa de Reza Kaiowá é queimada em Dourados

Na madrugada dessa segunda-feira, 8, foi incendiada a Casa de Reza, Ongusu, do Ñanderu Getúlio Juca e da Ñandesy Alda Silva, do povo Kaiowá, em Dourados, no Mato Grosso do Sul. O espaço sagrado era chamado de Gwyra Nhe’engatu Amba, na língua kaiowá. A casa de reza (ogapysy ou ongusu) é o lócus principal dos […]

MASSACRE ANUNCIADO: Luto e sangue na Terra Indígena Guarani Kaiowá

“Nós seguimos demarcando as terras indígenas com luto e sangue”. A sentença é de Valdelice Veron, líder Guarani e Kaiowá, em depoimento para os Jornalistas Livres da Terra Indígena Takwara, no Mato Grosso do Sul. Escondida na mata junto com outras lideranças para se proteger da violência dos fazendeiros, ela, a mãe e outras mulheres […]

Parlamento Europeu condena situação dos Guaranis-Kaiowá do MS

Parlamento Europeu considera ” que estão em curso algumas iniciativas para a reforma, interpretação e aplicação da Constituição Federal do Brasil e que estas eventuais alterações poderão pôr em risco os direitos dos indígenas reconhecidos pela Constituição Federal do Brasil “ No dia 23 de novembro, os grupos parlamentares europeus aprovaram por maioria a moção […]

O Martírio dos índios Guarani Kaiowá segundo Vincent Carelli

Entre as transversais do desmatamento e na apropriação de terras indígenas, o documentarista Vincent Carelli trouxe para 40º Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, um longo documentário que escancara a chaga nacional dos conflitos do agronegócio e sua voracidade com as terras tradicionais dos índios Guarani Kaiowá, no Mato Grosso do Sul. São duas […]

Terra em transe e o destino dos mortos

“Quando andei em terras sem mato grosso, sem ouro, o que encontrei foi morte, foi choro, foi falta de rima. Criança cheia de água no olho, terra lisa de árvore, gente escondida no mato pintadas de preto na cara, vermelho forte no peito e arco em punho.  Gente com medo e alerta. Gente bonita. Mulheres […]