Luta pela terra gera outras lutas

Por Gilvander Moreira[1] A nossa pesquisa de doutorado sobre a Luta pela Terra enquanto Pedagogia de Emancipação Humana nos habilita a dizer: do latifúndio foi gerado o agronegócio, sistema econômico do empresariado açambarcando também o campo, expropriando a terra do campesinato e explorando à exaustão os bens naturais – a terra, as águas, o ar […]

“Tratem-nos como um parente de vocês!”

Por Gilvander Moreira[1] A luta pela terra pode ser alavanca que aciona e alimenta a emancipação humana. Ouvindo a história da luta pela terra dos camponeses do Projeto de Assentamento (P.A.) Primeiro do Sul e dos Sem Terra acampados nos 11 acampamentos da ex-usina Ariadnópolis (Quilombo Campo Grande), no município de Campo do Meio, no […]

Luta pela terra: mística e esperança nos jovens

Por Gilvander Moreira[1] Na minha pesquisa de Doutorado sobre a luta pela terra enquanto pedagogia de emancipação humana, defendida em 2014, descobrimos aprendizados emancipatórios que socializamos abaixo. O futuro da luta pela terra dependerá muito dos jovens. Antoniel Assis de Oliveira,camponês mestre em Educação do Campo, pondera: “Para cultivar a terra da fazenda Monte Cristo […]

Na luta pela terra se aprende muito

Por Gilvander Moreira[1] Enquanto pesquisávamos sobre a luta pela terra como pedagogia de emancipação humana, no Acampamento Dom Luciano Mendes, em Salto da Divisa, Baixo Jequitinhonha, MG, em roda de conversa, dia 22 de setembro de 2014, levantamos uma pergunta relativa à aprendizagem: Desde a preparação para Ocupação e nos quase nove anos de Acampamento […]

Como superar o medo de lutar por direitos?

Por Gilvander Moreira1 Uma pergunta instigante tem a força de fazer irromper narrativas do mais profundo vivenciado pelo ser humano. Dia 21 de setembro de 2014, Aldemir Silva Pinto, hoje, assentado no Assentamento Dom Luciano Mendes de Almeida, em Salto da Divisa, no Baixo Jequitinhonha, MG, em uma Roda de Conversa sobre a Luta pela […]

Terra, mãe que nos sustenta

Por Gilvander Moreira1 Cleonice Silva Souza, camponesa Sem Terra, hoje, assentada no Assentamento Dom Luciano Mendes, em Salto da Divisa, no Baixo Jequitinhonha, MG, dia 21/9/2014, transbordando alegria, assim se expressou sobre a terra: “Essa terra aqui estava praticamente morta. Nós ressuscitamos essa terra da Manga do Gustavo, onde acampamos desde 26/8/2006. Antes, era só […]