Rodrigo Perez Oliveira

  • A esquerda precisa de um outsider?

    ARTIGO RODRIGO PEREZ OLIVEIRA, professor de Teoria da História na Universidade Federal da Bahia O ano político de 2019 acabou sob os impactos da pesquisa Datafolha divulgada em meados de dezembro. Os números foram um verdadeiro banho de água fria naqueles que esperavam que as caneladas institucionais e a...
  • Por que Lula foi solto? Para que Lula está solto?

    ARTIGO RODRIGO PEREZ OLIVEIRA, professor de Teoria da História na Universidade Federal da Bahia Desde 7 de abril de 2018, 580 dias preso. Cheguei a pensar que Lula morreria na cadeia. Até a primeira entrevista no cárcere, no final de abril de 2019, acreditei que jamais ouviria Lula falar...
  • O aspecto positivo do discurso de Bolsonaro

    ARTIGO RODRIGO PEREZ OLIVEIRA, professor de Teoria da História na Universidade Federal da Bahia Terça-feira, 24 de setembro de 2019. Jair Bolsonaro protagonizou aquele que talvez tenha sido um dos maiores vexames da história da diplomacia. Em aproximadamente 30 minutos de discurso, o presidente do Brasil vomitou no púlpito...
  • O PERIGO DE TER O BODE NA SALA

    ‘ RODRIGO PEREZ OLIVEIRA, professor de Teoria da História na Universidade Federal da Bahia Convido o leitor e a leitora a um exercício de imaginação: feche os olhos e imagine um bode aí no meio da sala, berrando, fazendo xixi e coco. Um bode bem no meio da sala...
  • A ÉTICA FASCISTA

    ARTIGO Rodrigo Perez Oliveira, professor de Teoria da História na Universidade Federal da Bahia, com ilustração de Guidacci O vocabulário político é formado por conceitos que se transformam ao longo do tempo, sem que com isso percam seu significado básico. Não é apenas de transformações que se faz a...
  • A Globo e sua fábrica de narrativas

    Artigo de Rodrigo Perez Oliveira, professor de Teoria da História da UFBA, com ilustração de Al Margen Venho utilizando o termo “fábrica de narrativas” para tratar da atuação da grande imprensa na crise brasileira contemporânea. Talvez este seja um dos aspectos mais importantes da crise: nunca antes na história...