Mais recentes: Mariana

  • Quatro anos do crime da Vale em Mariana

    Quatro anos após o rompimento da barragem de rejeitos da Vale/Samarco, em Mariana, entidades e movimentos ingressaram com um caso perante a Comissão e Corte Interamericana de Direitos Humanos (OEA) pedindo a condenação do Estado Brasileiro pelas violações de direitos humanos cometidas ao longo da Bacia do Rio Doce....
  • Vítimas da Vale vão à Justiça contra empresa alemã

    Atingidos pelo rompimento da barragem de rejeitos de minério de ferro da Vale em Brumadinho, na Grande Belo Horizonte, em Minas Gerais, protestaram em frente à sede da empresa Tüv Süd, na Alemanha, na manhã desta quinta-feira. A Tüv Süd certificou positivamente a segurança da barragem poucos meses antes...
  • Atingidos denunciam na ONU os crimes da Vale

    Representantes de movimentos de atingidos pela mineração estão em uma jornada de denúncia por diversos países da Europa, sobre as violações de direitos do setor mineral no Brasil e no mundo por empresas da cadeia minero-siderúrgico, que, por meio do seu capital transnacional acirram conflitos e desigualdades. No último...
  • Atingidos denunciam a Vale na Europa

    Atingidos, representantes de moradores e famílias vítimas de crimes cometidos pela mineradora Vale estão levando suas queixas e denúncias contra a empresa na Suíça, mais precisamente em Saint Prex, onde está a sua sede. “Fomos até a porta e pedimos uma conversa. A representante da empresa disse que ia...
  • “Não podemos falar em acidente, o que aconteceu em Brumadinho foi crime”, afirma o Promotor Público de Mariana

    Três anos após o crime cometido pela Samarco, Vale e BHP em Mariana, Dr. Guilherme de Sá Meneghin, Promotor de Justiça do Ministério Público do Estado de Minas Gerais da Comarca de Mariana, concede entrevista aos Jornalistas Livres e fala sobre o novo crime ambiental e humano cometido pela...
  • O que eles querem ver?

    Por Mauro da Silva com o apoio de Miriã Bonifácio para o Jornal A Sirene (jornalasirene.com.br) Em Mariana, o “casarão” da Fundação Renova/Samarco, localizado na Praça Gomes Freire, está continuamente servindo como ponto turístico da cidade, onde são expostas maquetes referentes ao local de reassentamento de Bento Rodrigues e...