Diário do Bolso: deslogística de Pazuello.É tudo Ama…

É que o ministério da Saúde fez uma confusão danada: mandou as duas mil vacinas que deviam ir pro Amapá pro Amazonas. E as 78 mil do Amazonas, pro Amapá.

Por José Roberto Torero*  Caro D., o Pazuello exagerou….. ontem teve um erro f.! d

É que o ministério da Saúde, o Pazuello, fez uma confusão danada: mandou as duas mil vacinas que deviam ir pro Amapá pro Amazonas. E as 78 mil do Amazonas, pro Amapá.

Só por causa disso já tão dizendo que o Pazuello não entende nada de logística, que os militares que ele levou pro ministério da Saúde só fazem bagunça e o escambau. Mas ele é um grande logista, sim. Ou será legista? Ah, tanto faz. O que importa é que a culpa não é do Pazuello se a sigla AM serve pro Amapá e pro Amazonas. A culpa é do siglista que inventou isso, que deve algum fdp do PT.

Tava na cara que ia dar confusão. A sigla do Amapá tinha que ser AMAP. E a do Amazonas, AMAZ. Será que só eu que sou inteligente nesse governo?

O pior é que eu já estou esperando mais furdunço, porque PR serve pro Pará, pro Paraná e pra Paraíba. E ainda tem SE, que serve pra Sergipe e pra aquele estado do Ciro Gomes.

Claro que, por causa dessa confusão, alguém que não foi vacinado vai pegar o treco e bater as botas. Mas vou fazer o quê? Eu não sou coveiro nem geógrafo, pô. E agora já chegamos em 250 mil mortos. Uns a mais não vão fazer a menor diferença.  

Não tenho culpa se as pessoas complicam tudo. A minha parte pra manter o astral alto, eu faço. Ontem, por exemplo, agitei a maior festa no Acre. Aglomeração das boas, mesmo, pra consolar o pessoal. Eles têm enchente, doença e fome, mas tem eu, pô!

E à tarde, no Palácio do Planalto, fiz uma comemoraçãozona pro João Roma, que é do Centrão e assumiu o ministério da Cidadania.

Aliás, estou pensando em juntar todo mundo do Centrão num único partido, o Centrão Unido. Seria o maior do Brasil! Mas a siglaia ficar meio estranha.

José Roberto Torero é autor de livros, como “O Chalaça”, vencedor do Prêmio Jabuti de 1995. Além disso, escreveu roteiros para cinema e tevê, como em Retrato Falado para Rede Globo do Brasil. Também foi colunista de Esportes da Folha de S. Paulo entre 1998 e 2012.

#diariodobolso

Os trapalhões no desgoverno

COMENTÁRIOS

  • POSTS RELACIONADOS

    Diário do Bolso: “se gritar ‘pega Centrão’, não fica um”

    O general Augusto Heleno, que cantou “Se gritar ‘pega Centrão’, não fica um, meu irmão…”, agora diz que o Centrão nem existe. Acho que ele vai trocar a letra dessa música pra alguma coisa assim: “Se gritar ‘pega Centrão’, o governo inteiro levanta a mão…”

    Diário do Bolso: entupido e não cheirando bem

    Os canhotos riem, mas esse meu entupimento veio bem a calhar. Como estou com cagaço de enfrentar essa CPI da covid, aproveitei o meu estado descocomentoso pra me fazer de vítima. Aquela foto de mim cheio de tubo já foi isso. Porque o meu marquetim é esse: quando não tô matando, tô morrendo.

    Diário do Bolso: a esquerdalha ri do meu soluço, hic

    Teve um sujeito que, hic, disse que o Lira tinha que botar o, hic, pedido de impitimem em pauta, que aí o susto, hic, ia me curar. E outro respondeu que melhor ainda seriadizer que, hic, tinham recuperado as, hic, mensagens do celular do Dominghetti.

    >