MTST ocupa terreno abandonado na Zona Leste de São Paulo

Pandemia, desemprego e a fome ratificam a explosão do Movimento de Moradia
MTST 11

MTST. Na madrugada deste sábado (15), o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto ocupou um terreno, até então abandonado, na periferia da zona leste de São Paulo (SP). O terreno, que é uma Zona Especial de Interesse Social (ZEIS) tem uma dívida de IPTU não paga desde 2006, de cerca de 3 milhões de reais, e foi notificado em 2015 pela prefeitura da cidade por não cumprimento da função social.

A ação ocorre em um período de crise sanitária, econômica, aumento do desemprego, que atinge 14,4 milhões de brasileiros, da miséria e da fome, além da vigência de inúmeros despejos, o que deixa a população mais vulnerável ainda mais à mercê de sua própria sorte.

Em meio a esse cenário de caos e sofrimento para a população mais pobre o descaso do governo Bolsonaro é sem precedentes. Anunciou cortes orçamentários que praticamente zeraram os recursos federais para habitação e reiniciou um auxílio emergencial com um valor irrisório de R$150, o que não atende de fato às necessidades básicas das famílias brasileiras. Bolsonaro apostou no negacionismo, indo contra evidências científicas que apontavam medidas sanitárias fundamentais para o enfrentamento da pandemia e deixou de comprar milhões de doses de vacinas que poderiam estar sendo distribuídas hoje pelo SUS.

Ficar em casa é muito importante nesse momento, mas para isso é fundamental ter uma casa e condições financeiras para se manter. Depois de mais de um ano de pandemia, o povo pobre sente na pele a insegurança alimentar, o desemprego, o preço dos alimentos e do aluguel cada dia mais caros.

Por essas razões, nesse sábado, o MTST organiza centenas de famílias sem teto da zona leste da capital paulista para lutar pela garantia do direito básico de todo cidadão brasileiro à moradia, assegurado pela constituição federal. E mais que isso, a luta é pelo direito à sobrevivência nesse momento tão drástico.

.

Conheça o MTST

https://www.facebook.com/mtstbrasil/

.

Leia também nos Jornalistas Livres

https://jornalistaslivres.org/com-apoio-da-fup-e-do-sindipetro-nf-familias-ocupam-terreno-da-petrobras-em-itaguai-regiao-metropolitana-do-rio/

https://jornalistaslivres.org/onde-estava-o-mtst-nos-20-anos-do-mtst/

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Se não vos fizerdes como crianças

Se 3 de julho assistiu a volta das cabeças brancas às manifestações, o 2 de outubro recebeu na Avenida Paulista aqueles com pouco mais de 12 anos, já com uma dose no braço, e mesmo os menores que ainda aguardam a liberação da vacina

>