HUGO STUDART, O CALUNIADOR DOS GUERRILHEIROS DO ARAGUAIA, É SÓ UM FILHINHO DE PAPAI

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Hugo Studart é um jornalista obcecado pela Guerrilha do Araguaia. Só que o pessoal do PCdoB – Partido Comunista do Brasil nunca engoliu o cara. Porque ele sempre insistia que muitos dos guerrilheiros desaparecidos em vez de terem sido mortos pelas forças a serviço da repressão, na verdade tinham-se bandeado pro lado dos algozes do regime. O Hugo Studart dizia que tinha fontes incríveis, que tinha segurança absoluta… Mas nunca trouxe provas, nunca nenhum dos “traidores” apareceu, como apareceu o Cabo Anselmo, pra comprovar a tese do Studart…

Mas ele insistiu ao longo de mais de 40 anos. Agora, essa matéria espetacular e imprescindível da Joana Monteleone e do Haroldo Ceravolo, do Opera Mundi, esclarece quem são as fontes do Hugo Studart… É o pai dele! Hugo Studart, cujo nome completo é Carlos Hugo Studart Correa, é filho de Jonas Alves Correa, que vive atualmente no Pará, e que, na época do massacre da Guerrilha do Araguaia era tenente-aviador , ocupando um alto posto no comando do CISA, o serviço de informações da Aeronáutica, a quem cabia capturar guerrilheiros e transformá-los em “informantes” da Ditadura, como condição de sua própria sobrevivência.

Ou seja: o “jornalista” Hugo Studart passou esses anos todos defendendo o trabalho do papai, o enredo do papai –a defesa do papai para a História. “Fake News”, pra quem quiser encarar, é isso!

Passou no Jornal do BrasilO Estado de S. PauloFolha de S.PauloVejaMancheteIsto É Dinheiro, Isto ÉInterviewPlayboyCaminhos da TerraImprensaRepúblicaPrimeira Leitura e Brasil História.

E agora, Hugo Studart? Vamos contar a verdade? Contar a verdade sobre o Massacre da Guerrilha do Araguaia?

Leia aqui os dois links essenciais pra entender quem é o Hugo Studart, o filho que passou a vida tentando passar um pano na vida do pai.

http://operamundi.uol.com.br/conteudo/geral/49795/precisamos+falar+sobre+o+pai+de+hugo+studart.shtml

http://operamundi.uol.com.br/conteudo/geral/49794/cena+de+amor+entre+soldado+e+guerrilheira+no+araguaia+e+na+verdade+estupro+diz+ex-combatente.shtml

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Volkswagen recusa local de memória

Para fugir do passado criminoso, empresa tenta fugir de reparação coletiva que crie um local de memória aos seus operários perseguidos dentro da empresa

>