Candidatxs, e a mobilidade urbana?

Com o objetivo de discutir o tema no âmbito da capital mineira durante o período das eleições, a campanha #D1Passo foi construída por moradores e moradoras de Belo Horizonte para colocar a mobilidade urbana sustentável no debate eleitoral à prefeitura de BH. A campanha, que é apartidária, pretende que propostas concretas, desenvolvidas coletivamente pela sociedade civil, sejam incorporadas em todos os programas de governo das candidatas e candidatos à prefeitura de Belo Horizonte, para garantir uma gestão comprometida com uma mobilidade urbana mais sustentável no próximo ciclo político.

Os idealizadores da campanha, resultado do trabalho conjunto dos coletivos “Bike Anjo”, o “BH em Ciclo”, o “Tarifa Zero” e o “Nossa BH”, querem interferir na política pública de mobilidade urbana da cidade, incentivando o controle social da política institucional e publicização de uma pauta propositiva, coletivamente construída, que será apresentada para as candidatas e candidatos sem intermediários ou propósitos políticos outros.

Durante as eleições, a campanha pretende fomentar seis eixos temáticos sob o viés da mobilidade urbana sustentável. São eles:

  • A prioridade é de quem estiver a pé, de bicicleta ou de ônibus.
  • Andar de ônibus pode ser rápido, barato e confortável para todas as pessoas.
  • Transporte de cargas também é mobilidade urbana, já pensou sobre isso?
  • Carros e motos: quanto menos em circulação, melhor para a cidade.
  • Os recursos públicos, financeiros, materiais e humanos, precisam ser investidos para promover a mobilidade urbana sustentável, tendo a transparência como elemento base.
  • A educação para a mobilidade é o caminho para melhorar a convivência na cidade.

Candidatas e candidatos à prefeitura poderão optar por assinar a carta da campanha e ter seus nomes publicizados como políticos comprometidos com o tema. Sugestões, acompanhamento e apoio à campanha podem ser feitos pelo site d1passo.org e pelo e-mail [email protected].

Até o momento, a plataforma conta com o apoio de onze outros grupos, coletivos e organizações, além de 158 apoiadores individuais. A campanha pretende abarcar todo o período eleitoral, que esse ano terá 45 dias, e atingir a todos os candidatos e candidatas, com foco nos 11 pleiteantes à prefeitura. Para que a ação tenha efeito prático além da internet, estão previstos atos para apresentar aos candidatos presencialmente.

Os propositores da campanha colocarão diante dos políticos envolvidos na disputa o programa de governo temático e acompanharão sua recepção, adesão parcial ou total e divulgação pelas candidaturas. Tudo isso poderá ser acompanhado pelos eleitores e não-eleitores através do site.

A campanha é aberta, “copy left”, e pode e deve ser copiada e adequada por outros grupos, partidos e interessados no tema da mobilidade em suas respectivas cidades.

Texto formulado a partir de informações da Campanha #D1PASSO

 

 

 

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

VAMOS ABRIR AS RUAS PARA AS BICICLETAS!

No vídeo a seguir, editado com material de muitos ciclistas, pode-se ver como a tradicional Bicicletada Márcia Prado, que recebeu este nome em homenagem a

Belém pode ser o que quiser

Por Kauê Scarim, especial para os Jornalistas Livres Uma verdadeira guerra é travada neste momento no norte do país. Desprivilegiada na cobertura da grande mídia,

>