Vira-casaca: pastores bolsonaristas oram por Lula presidente

Malafaia disse que pediu uma "benção sobre Lula" e Feliciano reconheceu o resultado das eleições de domingo
Pastores bolsonaristas reconhecem vitória de Lula e oram pelo presidente - Foto: Reprodução
Pastores bolsonaristas reconhecem vitória de Lula e oram pelo presidente - Foto: Reprodução

Com a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), os líderes evangélicos bolsonaristas adocicaram o discurso extremista, reconheceram o resultado das eleições e oraram por Lula presidente. Silas Malafaia, Marco Feliciano e o apóstolo Renê Terra Nova estão entre os religiosos que votaram em Bolsonaro, mas, depois da derrota de Bolsonaro, rapidamente reconheceram a “necessidade de se respeitar a vontade popular que elegeu Lula”.

Por Emanuela Godoy

O pastor Silas Malafaia, um dos principais articuladores da campanha de Bolsonaro, puxou uma oração por Lula após sua vitória em culto na Assembleia de Deus Vitória em Cristo. Durante o ano inteiro, Malafaia atacou Lula de forma agressiva e proferindo mentiras. Quando Lula escreveu uma carta aos evangélicos, o pastor disse que o candidato era dissimulado. Malafaia não comemorou a vitória, mas aceitou o resultado das urnas. Segundo ele, a vontade do povo que deve prevalecer, pois é ele quem vota e escolhe.

“Qual é o meu papel? Orar pelo presidente que foi eleito”, afirmou. “Nós temos que orar pela autoridade constituída”, disse o pastor.

A justificativa da oração é que o livro de Timóteo recomenda súplicas e ação de graças por todos os que exercem autoridade, pois só assim o povo pode ter uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade.

O deputado Marco Feliciano (PL-SP), grande defensor de Bolsonaro, também reconheceu a vitória do presidente Lula e se tranquilizou com o discurso de posse. Em suas redes, escreveu:  “Vi o discurso de Lula. Começou agradecendo a Deus. Falou de Deus em vários momentos. Reafirmou compromisso pela liberdade religiosa, evitou temas que causam divergências com o segmento evangélico e terminou agradecendo a Deus. Aprendeu a nos respeitar? Tenho dúvidas. O tempo dirá”.

O apóstolo Renê Terra Nova da igreja Internacional da Restauração, que fica em Manaus, e eleitor de Bolsonaro, também se posicionou prontamente para reconhecer o resultado das urnas. “É preciso orar para que o Brasil cresça e reconhecer esse resultado”. Além disso, disse em suas redes: “Bom dia Brasil!!!! Nada como uma boa noite de sono e uma oração matinal para levantar a cabeça e prosseguir na caminhada. Vem aí o melhor Governo que a esquerda já fez!!!!”.

O apóstolo Estevam Hernandes, idealizador da Marcha para Jesus e também bolsonarista, disse em live que: “Jesus nos deu o desafio de orar até pelos nossos inimigos. Em caso de política, não temos inimigos, mas sim divergentes.”

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS