URGENTE: por maioria, STF decide que Lula fica em Curitiba

Por 10 votos a 1, STF acatou liminar que suspendeu a transferência do ex-presidente

Por maioria, STF decidiu manter Lula em Curitiba.

Fotos: Leonardo Milano

Na manhã desta quarta-feira, a Juíza lavajateira Carolina Lebbos (que impediu que Lula fosse ao velório de seu irmão) havia determinado, de forma autoritária, que Lula deveria ser transferido para o estado de São Paulo, sem a garantia de uma cela de Estado-Maior, garantida pela constituição a ex-presidentes. Já o juiz Paulo Eduardo de Almeida Sorci (aliado de Moro) havia determinado que Lula iria para a penitenciária comum de Tremembé 2, no interior do estado de São Paulo.

Em liminar, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta quarta-feira o pedido de liberdade feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva , mas concedeu o pedido para que ele não seja transferido para o presídio de Tremembé, em São Paulo. Agora, os demais ministros estão votando em plenário para manter ou derrubar a decisão. Já existe maioria para manter Lula em Curitiba.

O ministro Dias Toffoli levou o caso para o plenário STF, composto de onze ministros, o pedido de liberdade apresentado nesta quarta-feira pela defesa de Lula. Toffoli determinou que a relatoria do caso é de Fachin, que conduz os processos da Lava-Jato na Corte.

Categorias
DestaquesLulaLula Livre
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta