Projeto Futuro do Presente, Presente do Futuro #130 – Projetemos: Saudade Urbana

Projetemos apresenta o 130º ensaio do Projeto Futuro do Presente, Presente do Futuro - Imagens que narram nossa história
Projetemos. Saudade urbana1

Saudade Urbana. Um ensaio urbano para os Jornalistas Livres.

O ano de 2020 foi marcado por perdas imensuráveis. Temos saudade de uma vida que ficou lá pra trás, saudade de um abraço ou, quem sabe, daquela pessoa querida que nunca mais veremos. O Projetemos reuniu um conjunto de imagens que ilustram esse momento de passagem social. Nós buscamos a melhoria do nosso País e queremos aquilo de que sentimos saudade. Não aguentamos mais a ingerência e os desmandos do governo atual.

Saudade urbana.

Projetemos. Saudade urbana3
Projetemos. Saudade urbana2
Projetemos. Saudade urbana5
Projetemos. Saudade urbana4
Projetemos. Saudade urbana6
Projetemos. Saudade urbana7
Projetemos. Saudade urbana8
Projetemos. Saudade urbana1
Projetemos. Saudade urbana9
Projetemos. SaudadeUrbana10
Projetemos. SaudadeUrbana11
Projetemos. SaudadeUrbana13
Projetemos. SaudadeUrbana14
Projetemos. SaudadeUrbana15
Projetemos. SaudadeUrbana16

.

Sobre o Projetemos

O PROJETEMOS surgiu da necessidade de transformar, comunicando urgências sociais, através dos projetores. O grupo possui volantes que estão espalhadas por diversas cidades do Brasil, colocam as projeções e o videomapping como um instrumento de transformação de alto impacto urbano, que comunica diferentes ideias, pensamentos, informações e saudades, atingindo milhares de pessoas em tempo real e outras milhares, via compartilhamento nas redes.

A Projeção Volante consiste em estações móveis com mini-geradores, projetores e computadores, montados para chegar nos locais mais improváveis. A importância do trabalho artístico do PROJETEMOS também foi reconhecida pelo Museu da Língua Portuguesa que convidou o grupo para construir uma obra exclusiva, na qual ficará disponível no acervo permanente do Museu.

As redes do PROJETEMOS são administradas por @felipespencer @vjmozart e @brunnanaoteminsta

.

Para conhecer mais o trabalho do artista

https://www.projetemos.org/

https://www.instagram.com/projetemos/

.

O projeto Futuro do Presente, Presente do Futuro é um projeto dos Jornalistas Livres, a partir de uma ideia do artista e jornalista livre Sato do Brasil. Um espaço de ensaios fotográficos e imagéticos sobre esses tempos de pandemia, vividos sob o signo abissal de um governo inumanista onde começamos a vislumbrar um porvir desconhecido, isolado, estranho mas também louco e visionário. Nessa fresta de tempo, convidamos os criadores das imagens de nosso tempo, trazer seus ensaios, seus pensamentos de mundo, suas críticas, seus sonhos, sua visão da vida. Quem quiser participar, conversamos. Vamos nessa! Trazer um respiro nesse isolamento precário de abraços e encontros. Podem ser imagens revistas de um tempo de memória, de quintal, de rua, documentação desses dias de novas relações, essenciais, uma ideia do que teremos daqui pra frente. Uma fresta entre passado, futuro e presente.

Outros ensaios deste projeto: https://jornalistaslivres.org/?s=futuro+do+presente

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POSTS RELACIONADOS

Cultura não é perfumaria

Cultura não é vagabundagem

No extinto Reino de Internetlândia, então dividido em castas, gente fazedora de arte e tratadas como vagabundas, decidem entrar em greve.

Macetando e nocegando no apocalipse

Macetando e nocegando

O Café com Muriçoca de hoje volta ao extinto Reino de Internetlândia e descobre que foi macetando e nocegando que boa parte do povo, afinal, sobreviveu ao apocalipse.

cinco ratos numa baratinha e cinco vermes numa barca cinza

Cinco ratos numa baratinha

O Café com Muriça de hoje traz recortes poéticos de histórias que as favelas do país gostariam de poder não mais contar, sobre ratos, baratas e vermes dentro barcas cinzas

Conquistas históricas Lily Gladstone

Conquistas Históricas!

Lily Gladstone faz história no Globo de Ouro, e “O Território” conquista o Emmy Internacional!