Projeto Futuro do Presente, Presente do Futuro #114 – Silvia Zamboni: Casa Corpo

Silvia Zamboni apresenta o 114º ensaio do Projeto Futuro do Presente, Presente do Futuro - Imagens que narram nossa história
Silvia Zamboni, CasaCorpo2

Casa Corpo.

Tenho por hábito fotografar momentos que pedem permanência. São momentos de sentires profundos. Paro, respiro e sinto tudo estático ao meu redor, se contrapondo ao frenesi dos pensamentos.

A câmera, minha cúmplice de todas as horas, me auxilia nessa função de reter. Não sei bem se para acessar essa memória sentimental num futuro impreciso, ou como um recurso de expressão estética que me apazigua.  

Momentos como esses foram e são constantes na quarentena. Às vezes troco a vassoura pela câmera, e vou arriscar construir alguma forma pra minha subjetividade.  A casa serve ora como acolhimento, ora como clausura.  Eu a piso, a vejo. Comungamos felicidade, tristeza, saudade, falta, raiva, apatia, tédio. Às vezes estou suspensa, às vezes desmoronada no seu chão. Ela acolhe dentro de si o externo de mim: o corpo puro que manifesta a expressão do que o move por dentro. E, desse relacionamento intenso, acontece esse ensaio movido por tantos e tão diversos sentimentos. Sem dúvida, no atual momento pandêmico, são essas imagens que me socorrem do transbordamento.

Casa Corpo.

Silvia Zamboni, CasaCorpo1
Silvia Zamboni, CasaCorpo2
Silvia Zamboni, CasaCorpo3
Silvia Zamboni, CasaCorpo4
Silvia Zamboni, CasaCorpo5
Silvia Zamboni, CasaCorpo6
Silvia Zamboni, Casa Corpo7
Silvia Zamboni, Casa Corpo8
Silvia Zamboni, Casa Corpo9
Silvia Zamboni, Casa Corpo10
Silvia Zamboni, Casa Corpo11

.

Para conhecer mais o trabalho da artista

https://www.instagram.com/silviazamboni/

.

O projeto Futuro do Presente, Presente do Futuro é um projeto dos Jornalistas Livres, a partir de uma ideia do artista e jornalista livre Sato do Brasil. Um espaço de ensaios fotográficos e imagéticos sobre esses tempos de pandemia, vividos sob o signo abissal de um governo inumanista onde começamos a vislumbrar um porvir desconhecido, isolado, estranho mas também louco e visionário. Nessa fresta de tempo, convidamos os criadores das imagens de nosso tempo, trazer seus ensaios, seus pensamentos de mundo, suas críticas, seus sonhos, sua visão da vida. Quem quiser participar, conversamos. Vamos nessa! Trazer um respiro nesse isolamento precário de abraços e encontros. Podem ser imagens revistas de um tempo de memória, de quintal, de rua, documentação desses dias de novas relações, essenciais, uma ideia do que teremos daqui pra frente. Uma fresta entre passado, futuro e presente.

Outros ensaios deste projeto: https://jornalistaslivres.org/?s=futuro+do+presente

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Brasil na UTI: e agora?

Precisamos conviver de forma respeitosa com a natureza e cultivar um estilo de vida simples. Eis a condição para a humanidade não ser extinta da nossa única Casa Comum, o planeta Terra