Lava Jato dispõe de tecnologia para resgatar mensagens apagadas do Telegram

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Matéria publicada pelo El País Brasil na última quarta-feira (31) mostra que a Polícia Federal e a Operação Lava Jato dispõem de tecnologia para recuperar mensagens apagadas do Telegram e de outros aplicativos. Procurados pela reportagem do El País, nem Deltan Dallagnol, nem Sérgio Moro disseram se submeteram seus celulares para recuperação de mensagens apagadas, o que ajudaria a compará-las com as mensagens divulgadas pelo The Intercept Brasil e, assim, acabar com as dúvidas sobre a autenticidade do material que vem sendo divulgado pela imprensa.

O dispositivo eletrônico batizado de UFED (Universal Forensic Extraction Device), que foi vendido pela empresa israelense Cellebrite – e que também é oferecido como aplicativo para instalação em computadores ou notebooks – já foi vendido para outras unidades policiais do país. Segundo a reportagem, quando conectado a aparelhos celulares, o UFED pode recuperar mensagens apagadas que estejam armazenadas nos aparelhos, ou na nuvem.

Leia a matéria na íntegra: https://brasil.elpais.com/brasil/2019/07/31/politica/1564606298_023940.html

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Sem ressentimento, sem esquecimento

Reabilitar os direitos políticos e a reputação de Lula seria a única forma possível de confrontar, ao mesmo tempo, o lava-jatismo e o bolsonarismo

O MELANCÓLICO FIM DA LAVA JATO

ARTIGO Ângela Carrato, jornalista e professora do Departamento de Comunicação Social da UFMG Depois de embalar o sonho das “pessoas de bem”, que vestiram verde

>