Jornalista é espancada por terroristas bolsonaristas em Curitiba

"Tomei porrada na cabeça e quatro pontos na cara", disse Magalea Mazziotti
Magalea Mazziotti [Imagem: Reprodução/Blog do Esmael]

A jornalista freelancer da CNN Magalea Mazziotti foi espancada na noite de quinta-feira (27/10), nas vésperas das eleições, em Curitiba, por usar adesivo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Ela registrou Boletim de Ocorrência (BO) no 1º Distrito Policial da capital paranaense. Magalea é produtora de conteúdos freelancer na CNN. Ela é especializada em economia, negócios e mercado financeiro.

Via Blog do Esmael

A jornalista contou ao Blog do Esmael que foi espancada na tradicional Rua XV de Novembro, entre 22h e 23h, e, ato contínuo, atendida no Hospital Cruz Vermelha. A profissional de imprensa levou quatro pontos no rosto. “Tomei porrada na cabeça e quatro pontos na cara. Não levaram nada. Tudo leva a crer que o que provocou a fúria foram os adesivos do Lula“, disse, apresentado um corte na face esquerda – levantando hipótese de mais um caso de violência política no Paraná.

A Polícia Civil do Paraná, encarregada de investigar o caso, deve requisitar as imagens das câmeras da Rua XV de Novembro, que leva à Boca Maldita, ponto de encontro das manifestações e comícios nas eleições 2022.

O Paraná tem se destacado no quesito violência política no período eleitoral com assassinato, assédio eleitoral, espancamentos e tiros – a exemplo daquele que atingiu a janela de um apartamento, no bairro Ahú, que exibia uma bandeira do MST.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS