Democracia enquanto uma conquista da classe trabalhadora

O Brasil, a partir de um histórico de golpes e de governos autoritários, tem em 1988 um marco fundamental para a construção do processo de democratização a partir da garantia dos direitos para a população brasileira.

No dia 08 de janeiro de 2023, mesmo com a posse do presidente Lula, eleito pela maioria da população brasileira, golpistas depredaram os principais prédios públicos, com a intenção de um Golpe de Estado.

As manifestações já começam neste domingo (7), quando acontece o “Ato em Defesa da Democracia”, em Brasília. A concentração está marcada para 10h, no Eixão, altura da 208 Norte. O ato é iniciativa de um conjunto de organizações, como a Central Única dos Trabalhadores no DF (CUT-DF) e o Fórum de Oposição Permanente ao Governo Ibaneis.

O ato dos movimentos e partidos políticos na capital federal foi marcado para domingo para não concorrer com o ato institucional que vai reunir líderes dos três Poderes e representantes do governo. O ato “Democracia Inabalada” acontece no próprio dia 8, no Congresso Nacional, a partir das 14h.

A Defesa da Democracia deve ser um dever de toda a população brasileira! Participe e diga não à anistia aos Golpistas do dia 8 de janeiro de 2023.

Por Leonardo Koury, especial para os Jornalistas Livres

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POSTS RELACIONADOS

A cultura miliciana

No mundo em que ninguém confia em nada, corremos o risco de agir como os justiceiros de Copacabana

Réus do 8 de janeiro: quando julgaremos os peixes grandes?

Os julgamentos e as penas são capítulos importantíssimos para uma conclusão didática do atentado que sofremos em 8 de janeiro de 2023, quando milhares de pessoas de todo o país se organizaram para atentar contra a democracia. Mas e os peixes realmente grandes?