• A primeira marcha

    É como mexer em formigueiro, atiçar casa de abelha. É como abrir represa e inundar o campo,  há um canto, uma música de muitas línguas. Tudo se aviva numa atenção e objetivo de defesa, é um ofício conjunto.  A larga avenida se inunda de cores, como se uma revoada...
  • Porque choram as mulheres indígenas

    A capital está úmida. Não chove há um bom tempo, mas está úmida. Creio ser o pranto das mulheres indígenas que a todos limpam. Tão diferentes em seus jeitos, tão iguais no ver do mundo, mulheres que cantam em grupo, falam da mãe terra, de seu útero, do sangue...
  • Não suba no foguete

    A figura que acena não é a sombra que espreita. O guarda belo dá espaço a um batalhão de homens de preto, jovens simples vestindo ternos fora de medida. Segurança particular, devotos? Não sei, a tudo vigiam em dia de marcha para Jesus. Brasília, espaço público por natureza.  Logo...
  • Terra, território e juventude

    O mapa da América parece a garça que padece enrolada no plástico, entre lixo condenada, na imagem que vejo numa revista americana. A noção da vida sofre tantos deslizes nesses tempos de maluco comando. Poucos governos querem entender o espaço do outro, respeitar seus territórios e bem viver. Por...
  • Missa da terra sem males

    Recebo a notícia num vagão do metrô, num túnel escuro, a cidade sobre a cabeça. Coincidência ou não, ouvia um texto musicado a tocar na rádio, Missa da Terra Sem Males, na voz de Diana Pequeno: Eu sou América, sou o Povo da Terra, da Terra-sem-males, o Povo dos...
  • Quando os cocares se unem

    Foi no Clube Hebraica, no Rio, em 3 de abril de 2017, que o deputado Jair Bolsonaro, em palestra infame, prometeu acabar com todas as reservas indígenas e quilombolas caso fosse eleito presidente. Em 2019, nesta terça-feira, 23 de julho, em prédio com formato inusitado, que conota o livro...
  • Terra e comida

    Sidney Wilfred Mintz, antropólogo estadunidense, escreveu que comer é uma atividade humana central não só por sua freqüência, constante e necessária, mas também porque cedo se torna a esfera onde se permite alguma escolha. Para cada indivíduo representa uma base que liga o mundo das coisas ao mundo das...
  • Gunga-muxique

    Pedaços do mundo ficarão nos muros, fotografias penduradas,  saudades daquilo que éramos. O meio ambiente migra para as paredes das casas,  seus aposentos.  . As imagens da Terra ocuparão Marte um dia,  planeta árido, vazio, os horizontes distantes daqui,  o jeito que fomos um dia. É o homem guardador...
  • Troca troca

    Quem ainda quer realizar um sonho, tem melhores chances de sobreviver, ouvi numa cena de filme, durante a madrugada. Perdoem, não sei dizer o título do tal, vi a cena e dormi novamente depois da frase. Acordei com aquilo na cabeça, pensando se sonhara. A tv ainda ligada, oferecendo...