As flechas de Ailton Krenak contra o Capital e a Sociedade de Consumo

O líder indígena Ailton Krenak mostra sua face indignada e revolucionária: "Estamos sendo massacrados. Precisamos responder à altura"
Ailton Krenak: É preciso pensar no fim do Capitalismo
Ailton Krenak: É preciso pensar no fim do Capitalismo

O líder indígena, ambientalista, filósofo, poeta e escritor brasileiro Ailton Krenak é uma das mais potentes vozes em defesa dos povos originários e sua cultura. Neste documentário-entrevista, escuta-se um Ailton Krenak indignado com os recentes ataques de garimpeiros contra homens, mulheres e crianças Yanomami e com o governo genocida de Jair Bolsonaro. Mas ele vai muito além! Krenak apresenta-se como um crítico tão lúcido quanto feroz do sistema Capitalista e da sociedade de consumo.

Apoiado na filosofia dos povos indígenas, Ailton Krenak, que é autor do livro “O Amanhã Não Está à Venda”, aponta para um novo tipo de organização social, necessária e possível, pautada pelo respeito à Natureza e à Vida.

Este documentário é o resultado da inédita parceria entre Jornalistas Livres e o Fórum Popular da Natureza. Em um momento de crise climática e sanitária global, esperamos que essa união entre a mídia livre e a militância ambientalista frutifique. Porque é preciso inventar um novo modo de viver neste planeta.

Assista:

COMENTÁRIOS

  • “É preciso pensar no fim do capitalismo”…
    Capitalismo: troca voluntária de bens e serviços entre as pessoas e como evolução da sociedade que saiu das cavernas.
    Garimpeiros não respeitam outrem por ganância, e a culpa é do sistema econômico?
    Nem na Coréia do Norte foi abolido a troca de capital, inocente.

  • Colegas, bom dia. Parabenizo pela excelente matéria. Contem comigo nessa luta! Vocês poderiam me mandar a referência da animação que passa no início da fala (seres humanos objetificados)? Assisti a essa animação fantástica, mas perdi os dados e não consegui recuperá-la. Gostaria de utilizá-la em minhas aulas. Sou professora na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).
    Agradeço imensamente.
    Um forte abraço e na luta! 💪

  • Eu sempre admirei Ailton Krenak.
    Ele expressa com clareza toda a realidade angustiante de ver e viver a violência que o povo aceita alienadamente.
    Infelizmente acho que o capitalismo massacra e o mundo vai acabar primeiro, massacrado.

  • Congratulo-me com os JORNALISTAS LIVRES,imprensa seria ,que nos representa!Ailton Krenak é um sábio que,com seus conhecimentos, vivências e competência nos guia para um mundo novo melhor! !

  • “filosofia dos povos indígenas” = ?? quais?
    A palavra “indígena”, de origem latina, de fato seria um sinônimo pra identificar à todos os indígenas, as pessoas de nosso planeta. Mas, esse jargão hoje em dia só é usado pra segregar e oprimir certos povos. Usam o termo pra gerar o controle populacional contra os cidadãos de terras invadidas que são discriminados.

    De que adianta dizer que não quer ser escravisado, se tu te escravisa?

    Esteja ciente que o uso de um epíteto {“indígena / aborígene”} para citar certas raças nos diferencia socialmente, encorajando o racismo. Devemos parar de usar rótulos de apelidos injustos e depreciativos e educar com precisão.

    Nenhum cidadão merece ser citado com apelidos degradantes pra ser identificado coletivamente. O Povo Original Sul Americano deve parar de se rebaixar socialmente com rótulos discriminatórios e dar exemplo aos demais cidadãos que apenas usam seu nome próprio. Estes, em seguida, seguirão nossa atitude e cessarão de usar o dito apelido racista que nos diferencia.

    Não somos os “índios” estupidos ou “indígenas” de uma “tribo” de segunda classe da nossa sociedade. Já temos nosso nome próprio e devemos somente usar essa referência social, se queremos de fato ser respeitados.

    CORAGEM POVOS ORIGINÁRIOS! Parem de contribuir pra sua escravidão e opressão social. Identifique-se AGORA somente usando a tua verdadeira identidade social pra progredir a tua nação.

    Desejo 🖖Vida Longa e Prospera, pra quem respeita o próximo e educa com honestidade e racionalidade.

    Mestre Jeronimo (iconoclasta JC)
    Cidadão do Mundo – Brasileiro

    Jerônimo Santos Da Silva
    (Pãe – Capuerista – Educador – Compositor – Escritor)
    | CertEdTESOL | DipMus | BMus | GradDipMus | Mmus |

  • POSTS RELACIONADOS

    Pataxós fecham a BR 367 em Porto Seguro – BA

    Guerreiras e Guerreiros Pataxó fecharam trecho no km 10 da Rodovia Federal BR 367 na altura do Território Indígena Ponta Grande, no município de Porto Seguro -Extremo Sul da Bahia, hoje (01 de setembro) às seis horas da manhã.

    >