As agressões de Bolsonaro às mulheres

No Brasil, mais de 500 mulheres não agredidas fisicamente a cada hora, aponta Datafolha

Mais um caso de agressão do candidao Jair Bolsonaro às mulheres vem a público.
Durante campanha eleitoral para deputado em 1998, Jair Bolsonaro esmurrou Conceição Aparecida, pelas costas, após uma discussão entre cabos eleitorais e cidadão que passavam pela atividade de campanha.
O advogado, e colega de Conceição, também foi espancado pelos seguranças do candidato.
O caso foi parar na 33ª DP de Realengo.
Pesquisa publicada pelo Datafolha em 2017, revela que “Mais de 500 mulheres são vítimas de agressão física a cada hora no Brasil”.
As declarações e o comportamento agressivo do candidato Jair Bolsonaro tem gerado uma onda de agressões à adversários políticos pelo país. Em menos de duas semanas, eleitores do Bolsoraro já mataram uma pessoas – Mestre Moa, com 12 facadas pelas costas – e promoveram mais de 70 ataques pelo país.

Categorias
#EleNãoDestaquesEleições 2018Feminicídioviolência
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish