Racismo: apresentador espanhol chama Vinicius Jr. de macaco

Durante programa espanhol, o jornalista Pedro Bravo chamou, nesta quinta (16), o atacante brasileiro Vinicius Jr. de macaco
Vinicius Jr, jogador brasileiro - Foto: Reprodução
Vinicius Jr, jogador brasileiro - Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (15), o jogador do Real Madrid e da seleção brasileira, Vinicius Jr. foi alvo de racismo em programa de TV espanhol. A imprensa espanhola já vinha problematizando a forma de o atacante comemorar os gols. Mas foi durante um debate no programa “Chiringuito Show” que a crítica às danças do jogador se transformaram em injúria racial. Ao vivo, o jornalista e presidente da Associação de Agentes espanhóis, Pedro Bravo, disse que Vinicius Jr. tinha que parar de “hacer el mono” (“fazer o macaco”).

Por Emanuela Godoy

“Tem que respeitar o adversário. Quando você faz um gol, se quiser sambar, vá a um sambódromo no Brasil. Aqui (na Espanha) o que se tem de fazer é respeitar seus companheiros de profissão e deixar de ser macaco”, disse Pedro Bravo sobre Vinicius Jr.

A discussão sobre as danças de Vinicius Jr. surgiram no programa por causa do comentário de um jogador do Atlético de Madrid, Koke. Domingo (18) terá o clássico entre os dois times, Real e Atlético, e o meio-campista provocou Vinicius Jr. dizendo que haverá confusão na partida caso o jogador brasileiro marque gol e comemore com uma de suas danças.

Após o programa “Chiringuito Show” terminar, a fala do jornalista Pedro Bravo sobre Vinicius Jr. repercutiu nas redes sociais, o que fez com que muitas pessoas se solidarizassem com o jogador brasileiro. Em seu Twitter, o jornalista Rodrigo Countinho do UOL Esporte escreveu:

“Engraçado como Vinícius Jr. mais uma vez desperta a ira e manifestações totalmente descabidas de críticos e rivais. Foi assim quando tinha 17 anos, agora com 22, e será quando tiver com 30. E não é pelo futebol. É pela cor da sua pele, suas origens. Ver um preto vencer incomoda”

Arthur Quezada, jornalista da TNT Sports em Portugal, lembrou em suas redes que futebol é alegria. “Dançar comemorando um gol é demonstração dessa alegria. Pobre de quem vê problema nisso. Infeliz quem quer polemizar. Escroto aquele que usa isso como desculpa para ser racista. Baila y baila”.

Paquetá, Neymar e Vinicius Jr. comemorando gol em jogo Brasil X Chile – Foto: André Durão/CBF

Pedro Bravo, depois de receber milhares de críticas, veio a público para tentar justificar sua fala sobre Vinicius Jr. “Quero esclarecer que a expressão “se fazer de macaco” que usei mal para descrever a dança de comemoração do gol de Vinicius foi feita metaforicamente (“fazer coisas idiotas”). Como minha intenção não era ofender ninguém, peço sinceras desculpas. Sinto muito”.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Lula acerta na economia?

Até agora o governo Lula 3 se configura como independente e assertivo na área econômica. Pode-se dizer que fosse economista, o Lula atual seria um desenvolvimentista, keynesiano e heterodoxo.