Que mico: “o peixe é um bicho inteligente, quando ele vê uma manta de óleo, ele foge”

Pesquisadores da Universidade Federal da Bahia recolheram 38 especies no litoral baiano, incluindo moluscos e crustáceos e em todos foram encontrados óleo no corpo, inclusive, no sistema digestivo dos animais

Rodrigo Pires, dos Jornalistas Livres

O Presidente Bolsonaro fez uma live onde apenas tosse na hora de falar, vai ver que o inconsciente tá mandando ele calar a boca. No vídeo, ele tenta passar ao público a “normalidade” com os frutos do mar, ou seja, que as pessoas podem continuar consumindo peixes e crustáceos. Seria mais verossímil o presidente fazer uma moqueca com dendê e almoçar em uma live, para passar toda essa segurança que ele afirma, no consumo dos animais marinhos.

Para rebater essa narrativa, pesquisadores da Universidade Federal da Bahia recolheram 38 espécies no litoral baiano, incluindo moluscos e crustáceos e em todos foram encontrados óleo no corpo, inclusive, no sistema digestivo dos animais. Os dados foram divulgados na quinta-feira (24) pelo pesquisador e professor Francisco Kelmo, que é diretor do Instituto de Biologia da UFBA.

Veja as frases do des-governo do Mico:

“O peixe é um bicho inteligente. Quando ele vê uma manta de óleo ali, capitão, ele foge, ele tem medo. Então, obviamente que você pode consumir o seu peixinho sem problema nenhum. Lagosta, camarão, tudo perfeitamente sano.”
Jorge Seif Júnior, secretário de Aquicultura e Pesca do Governo Federal.

“Obviamente, de vez em quando, fica uma tartaruga ali na mancha de óleo. Pra não falar que ninguém fica, né. Um peixe, um golfinho pode ficar. Mas tudo bem.”
Jair Bolsonaro, presidente da República.

Categorias
CiênciaDestaquesEcologiaFortalezaRecifeSalvador
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta