Octavio Costa derrota Cristina Serra nas eleições da ABI

Por Fatima Lacerda, para os Jornalistas Livres

A Chapa 2, ABI Luta pela Democracia venceu uma das eleições mais disputadas dos últimos tempos na Associação Brasileira de Imprensa. Foram quase cem votos de diferença: 361 a 264. O resultado foi proclamado nesta sexta (29), pouco depois do encerramento da votação eletrônica.

O novo presidente da ABI, jornalista Octávio Costa, atribuiu a vitória ao trabalho coletivo e à participação militante de um grupo de cerca de cem jornalistas que vem se reunindo regularmente, há quatro meses, desde que se frustraram todos os esforços para manter a unidade do Movimento ABI Luta pela Democracia, uma frente que se formou em 2019, com o intuito de retomar o protagonismo histórico da ABI, que sempre atuou em prol da democracia e esteve presente em momentos cruciais da vida nacional, como na Campanha O Petróleo é Nosso (1940-1950); na defesa dos direitos humanos, durante a ditadura civil-militar (1964-1985); nas Diretas Já (1984).

Octavio Costa e a vice-presidente Regina Pimenta colocam, entre os os imensos desafios que a ABI tem pela frente, deter o avanço do fascismo e da extrema direita na política nacional, valorizar o jornalismo e os jornalistas, com a volta da regulamentação profissional; e cumprir os preceitos estabelecidos na Constituição Federal, no capítulo sobre o direito de todos à informação e à democratização das mídias. Em nota, a candidata Cristina Serra ressaltou pautas importantes que foram defendidas pelas duas chapas, reconheceu a vitória da Chapa 2, concluindo que “É hora de União, em prol do Brasil, da ABI e dos jornalistas”.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS