Negro Matapacos, o revolucionário

Conheça o cachorro de luta, que virou símbolo das mobilizações populares do Chile

Matapacos em ação protegendo os estudantes da polícia

Matapacos foi um famoso cão viralata que apareceu nos protestos de estudantes para a educação gratuita em 2010, desafiando o gás lacrimogêneo e os canhões de água e acompanhando os estudantes como um companheiro leal em sua luta, apenas atacando ou latindo para os “pacos” (gíria chilena para “policiais”) e nunca estudantes e manifestantes.

A imagem do cachorro preto de bandana vermelha é compartilhada em todo o país por todas as redes sociais. Os chilenos sempre prestam homenagens ao cão que marchou com o povo e ficou ao lado deles quando enfrentavam a violência do Estado. Muitos cartazes, desenhos e pixações vistos nos protestos de hoje fazem lembrar Matapacos com frases como: “Estai Presente! (Eu estava presente!)” e “In Tu Memória (Em sua memória)” e tratam-no como um santo padroeiro dos manifestantes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Negro Matapacos morreu de velhice há 2 anos, mas o seu espírito rebelde vive nas ruas de Santiago e de outras cidades em todo o Chile, enquanto o povo continua a lutar pela justiça e pela igualdade.

Categorias
América Latina e MundoArteChileCidadaniaDemocraciadesobediência civilDestaquesDireitos HumanosDireitos SociaisEducaçãoEstudantesGeopolíticaGeralHistória não-contadaInjustiçaIntervenção MilitarManifestaçõesmemória e JustiçaMovimento EstudantilMovimentos SociaisMundosolidariedadeTrabalhadoresViolência Policial
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta