Mulheres vão às ruas em Campinas

"Pela vida das mulheres, democracia e soberania: Temer sai, fica aposentadoria" foi o mote do ato

8M Campinas | foto:fabiana ribeiro

Na manhã do sábado, 3 de março, centenas de mulheres ocuparam as ruas centrais da cidade  em ato que foi parte das manifestações do dia 8 de março, Dia Internacional de Luta das Mulheres.

Com a temática “Pela vida das mulheres, democracia e soberania: Temer sai, fica aposentadoria“, a marcha saiu da Estação Cultura e seguiu até a Catedral Metropolitana de Campinas.

A ato unificado  foi composto por vários segmentos ligados as mulheres, aos direitos humanos e  a cultura estiveram presentes entre eles:  Marcha Mundial das Mulheres, UBM ( União Brasileira de Mulheres), APEOESP (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), [email protected] Independentes de Campinas, Grupo de Mulheres Pão e Rosas , Coletivo Casa de Cultura Tainã, e Levante Popular da Juventude.

Entre as falas das mulheres, a defesa ao direito a aposentadoria para as mulheres aos 30 anos de contribuição, equiparação salarial entre a mulher e o homem,  a saúde,  e decidir sobre seu corpo. A marcha  também foi marcada pela revolta e indignação do feminicídio de Maria de Fátima, mais uma mulher brutalmente assassinada na cidade.  O avanço do golpe institucional e os vários ataques do governo Temer e do Judiciário que trouxeram retrocessos e violam a cada dia as condições de vida, de trabalho e aos direitos elementares da classe trabalhadora.   Durante o ato, também aconteceram manifestações em repudio a intervenção militar no Rio de Janeiro cuja ação ao invés de resolver a crise social, aumenta a violência e oprime ainda mais milhares de mulheres e suas famílias, em sua maioria negras.

Uma grande ciranda com as integrantes da marcha aconteceu  na frente da Catedral Metropolitana da cidade. O ato encerrou com várias apresentações artísticas de mulheres, entre elas a cantora Marília Correa.

Na próxima quinta-feira, oito de março, as mulheres  da cidade participarão do ato estadual de São Paulo, que acontece na capital.

Fotos: Fabiana Ribeiro – Jornalistas Livres

Categorias
CampinasCampinasDireitos HumanosFeminismomulheres
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish