Marcia Tiburi sobre a cultura do estupro

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Márcia Tiburi, artista plástica, professora de filosofia e escritora, faz uma reflexão sobre a cultura do estupro:

“A cultura do estupro seria aquele nosso modo de viver, que inclui o nosso pensar e o nosso agir, no qual o estupro foi naturalizado. Isso quer dizer que o estupro seria algo tão banal, tão corriqueiro, tão comum, que nós já não nos preocuparíamos com ele.

Em outras palavras, a sociedade que nesse momento está muito comovida, de um modo geral não se preocupa com o estupro. Sempre que um caso de repercussão ganha atenção da grande mídia ou das redes sociais, todos, no entanto, se manifestam indignados, inclusive aqueles que estão inseridos e incentivam aquilo que a gente tá chamando aqui de cultura do estupro.

Quando passa a comoção, a mesma sociedade passa novamente a desconsiderar a existência de estupros.”

Confira a fala completa no vídeo.

COMENTÁRIOS

  • Excelente explanação! Impressionante como os padrões culturais de comportamento são determinantes de várias formas de violência.

  • POSTS RELACIONADOS

    >