#LulaLivre: O dia de hoje aumentou minha esperança

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Por Eduardo Campos***, especial para os Jornalistas Livres

A votação do mérito do Habeas Corpus vai acontecer. Este é uma primeira e importante vitória. Os ministros que defendem a votação, a exemplo de Gilmar Mendes e Celso Mello, identificaram a recusa em votar a matéria com a ordem jurídica que vigia na ditadura. Restringir o seu uso como instrumento de defesa da liberdade seria inadmissível agora.

O voto da Rosa Weber tende a ser mesmo decisivo na análise do mérito. Ela é contra a prisão antes do trânsito em julgado, mas tem votado, na grande maioria das vezes, contrariamente à sua convicção, para ser fiel à posição majoritária no plenário.

Ocorre, contudo, que a discussão que acontece no momento é feita pelo plenário, o que significa que ela pode votar de acordo com sua convicção.

A imprensa hoje chegou a dizer o contrário, que ela votaria contra o HC, até que o plenário vote a constitucionalidade da decisão em vigor.

A conferir. O Marco Aurélio Mello, sem citar nome, elogiou a postura da Rosa Weber.

O julgamento vai ser concluído no dia 4 de abril, mas o Supremo, acolhendo pedido da defesa, decidiu que Lula não pode ser preso até lá.

A proposta foi encaminhada por Rosa Weber, que alegou o óbvio: não seria possível penalizar o impetrante pela incapacidade de o STF concluir a votação. Na prática, contudo, o Supremo suspendeu a possibilidade da prisão até lá, o que significa, ainda que temporariamente, que a jurisprudência em vigor foi contestada. .

Enfim, sem ilusões, mas com esperança.

***Eduardo Campos é advogado e jornalista, atuando em Belo Horizonte.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornalistas Livres

COMENTÁRIOS

    • Não tiveram coragem de efetivar a prisão do Lula na “Semana Santa”. Poderia ocorrer
      f atos comparando com as ações sofridas por Cristo.

  • POSTS RELACIONADOS

    O Grande Inquisidor, de Dostoiévski, nos interpela

    Assistir à belíssima apresentação de O Grande Inquisidor com Celso Frateschi recordou-me as muitas vezes em que, como a maioria do povo brasileiro, eu também senti na pele estar sob certo tipo de inquisição por algum Grande Inquisidor

    Política externa do Brasil desagrada até ala bolsonarista

    Senador Telmário Mota (PROS/RR) se posicionou contra a política do Ministério das Relações Exteriores em relação à Venezuela, caracterizando a atitude do chanceler Ernesto de Araújo como hostil e desfavorável para os negócios da região.

    >