Indígenas da etnia pataxó estão na mira de bandidos na Bahia

Homens espreitam as casas de lideranças pataxó da Aldeia Novos Guerreiros/TI Ponta Grande, em Porto Seguro. A situação é de tensa. O alerta foi dado na noite da terça-feira (15/3) pelo latido dos cães
Indígenas pataxó destruíram a cabana onde aconteceu a festa que resultou no assassinato de Vitor e fecharam a BR-367, entre Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália
Indígenas pataxó destruíram a cabana onde aconteceu a festa que resultou no assassinato de Vitor e fecharam a BR-367, entre Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália

No último domingo (13/3), Vitor Pataxó, jovem liderança da aldeia, foi assassinado com um tiro nas costas ao pedir respeito pelo território e que o som de uma festa não-autorizada fosse desligado às 22h.

Pataxó é morto a tiros após reclamar de som alto durante festa particular no sul da Bahia — Foto: Redes sociais

Aldeia Novos Guerreiros – Terra Indígena Ponta Grande

A aldeia dos Pataxós não tem água nem luz, devido à decisão judicial que nega o acesso dos indígenas aos seus direitos básicos. Violações de direitos são cotidianas. A comunidade recorreu ao Supremo Tribunal Federal clamando por seus direitos básicos, dignidade e justiça.

O ministro Gilmar Mendes pediu vistas no processo que discute se os indígenas devem ter acesso à água e luz. Os Pataxós suplicam para que o ministro decida o quanto antes.

Clique aqui para acompanhar a reclamação do TI Ponta Grande no Supremo Tribunal Federal.

“O reconhecimento judicial do território e dos direitos dos indígenas é um passo fundamental para evitar que outros Pataxós sejam assassinados de forma torpe”, afirma Marcelo Bloizi, um dos advogados que defendem a comunidade.

Imagem Capa: crédito @Thyara Pataxó

Para entender a situação

Supremo decide se a Terra Indígena Ponta Grande poderá receber água e energia

URGENTE: Prefeitura de Porto Seguro derruba casas de indígenas

Pataxós fecham a BR 367 em Porto Seguro – BA

Terra em disputa: conflito fundiário contra Pataxós no Extremo Sul da Bahia reinflama neste inicio de setembro

Juiz Federal reitera determinação de reintegração de posse contra Pataxós, no extremo sul da Bahia

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

>