Dívidas do Fies poderão ser renegociadas com novo aplicativo da Caixa

Caixa lança aplicativo para auxiliar renegociação de dívidas do FIES. Imagem/Divulgação: FIES
Caixa lança aplicativo para auxiliar renegociação de dívidas do FIES. Imagem/Divulgação: FIES

            A partir desta quinta-feira, 01/09, estudantes beneficiados pelo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) poderão renegociar dívidas através de um aplicativo lançado pela Caixa Econômica Federal, o “Caixa Fies” – todas as informações necessárias do Fies estão nesse link.– Além de consultar os principais dados do contrato de financiamento e gerar boletos, o estudante poderá conseguir um desconto de até 99% no valor consolidado da dívida. Neste ano, foram contabilizados quase 730 mil contratos com parcelas atrasadas há pelo menos um ano. 

Por Nicole Conchon

 O Fies é um programa do MEC (Ministério da Educação) que possibilita aos estudantes de baixa renda estudarem nas universidades privadas, um programa essencial para a democratização do ensino particular no país. Criado na gestão de Fernando Henrique Cardoso, foi expandido nos governos Lula e Dilma. Com juros menores e maior prazo de pagamento do valor financiado, ampliou o acesso de estudantes às universidades privadas. 

Porém, Bolsonaro tem trazido inúmeros problemas para o programa ao longo do seu mandato. As regras de participação ficaram mais rígidas com a redução do número de financiamentos. Além disso, ele ainda exigiu aumento no desempenho dos estudantes no ENEM – um claro projeto de seu governo para impedir que mais estudantes cheguem às universidades. 

 As mudanças valorizam o mérito, não as necessidades dos alunos. As notas de cortes mais altas tendem a reduzir o número de candidatos de baixa renda aptos a conseguir financiamento, escancarando seu plano de elitização das universidades.

Depois que o ex-presidente Lula disse, num programa de podcast, que: “Tem um milhão de universitários que estão devendo o Fies e não podem pagar. Anistia essas crianças. Anistia! Qual o prejuízo para o Brasil? Tem tanto empresário dando calote, o que custa a anistiar os meninos?”, Bolsonaro resolveu sancionar lei que permite a renegociação da dívida com os inadimplentes. 

 Segundo a vice-presidente de Governo da Caixa, Tatiana Thomé, “Esse público mais jovem terá mais facilidade para deixar o seu contrato FIES em dia com a CAIXA. Pelo aplicativo será possível verificar se seu contrato está apto para renegociação, simular as opções de renegociação disponíveis para o contrato e aderir às condições mais adequadas ao seu perfil”, afirmou.

A Caixa diz que o aplicativo proporcionará um acesso fácil aos serviços mais procurados pelos estudantes e poderá ser encontrado nas principais plataformas digitais. Por isso, é essencial que seu funcionamento aconteça de forma plena e eficaz, para que nenhum estudante fique para trás e consiga realizar todo o processo; para que não abandonem seus cursos só por perder um prazo de aditamento do programa, como já acontece. 

Para renegociar, o usuário deve escolher a opção “Renegociação FIES”, seguindo esses passos:

  1. Verifica se seu contrato está apto para renegociação;
  1. Confere os dados do contrato;
  2. Simula os tipos de renegociação disponíveis para o contrato;
  3. Confirma os dados da renegociação;
  4. Adere à renegociação com aceite do termo aditivo;
  5. Emite o boleto de entrada da renegociação

Para pedir a renegociação, os estudantes precisam ter firmado o contrato com o Fies até o segundo semestre de 2017, estar com parcelas atrasadas de no mínimo, 90 dias e, ter contratos em fase de amortização.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS