Das calçadas e de rio. Onde é o Brasil?

Do isolamento e confronto, dos homens sei que tanto

dói, na mesa, na via, calçadas ou rio. 

Território demarcado é o quinhão da alma na senda do espírito.

Fico pensando na sociedade que privilegia os vencedores, os ausentes no fracasso. Há fogo, há roça, brisa.

Há indignação. Tanto da vida resiste, persiste, não cede.

Em milhões de nós ainda habita. Viver não é disputar.

Diz a canção:

Laiê, iaiê, oni – ona, iaiê

Oni – ona, neona, iaiê, dele – ô

Lê, oni – ona, iá leona deô

Neono – nanairê, oni – ona

Olelê – olará, neonô – nanairê

Oniê, oniê, oniê – ona, ileleô – ô – ô -ô

Eono – nanairê, oni – ona

Olerê – olará, neono – nanairê

Oniê – oniê – oni – ona

Ileleô – ô – ô – ô

Laiê, iaiê, oni – ona, anaiê

Oni – ona neona ilê – ileô

Ilei-la leorê leô – ô – ô

*imagens por helio carlos de mello©

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

>