CURIOSIDADES DA RÚSSIA: a Revolução Russa

Da Gazeta Laika

Hoje, Argentina e Nigéria jogam pela classificação para as oitavas de final no estádio Krestovsky, em São Petersburgo. A cidade, além de ter sido o lar da monarquia russa, foi epicentro de um dos eventos mais importantes do século XX, se não o mais: a primeira revolução de caráter socialista da história.

A capital russa da época, que em 1917 se chamava Petrogrado, foi o palco das duas revoluções que mudaram a curso da história da Rússia e do mundo: a revolução de fevereiro e a de outubro.

Em fevereiro de 1917, ocorreu a primeira fase da revolução russa, que resultou na abdicação do czar Nicolau II. A origem da revolução, foi a revolta popular contra os abusos autocráticos do czar, a insatisfação com a participação da Rússia na Primeira Guerra Mundial, a fome e as injustiças cometidas pelo sanguinário Nicolau II.

Já a revolução de outubro teve como objetivo a mudança do caráter da revolução de fevereiro, que foi republicana, liberal e acabou sendo, de certa forma, cooptada pela burguesia. Lenin, ao voltar para a Rússia depois do exílio na Finlândia, logo após sair de seu trem, proclamou às massas: “todo poder aos sovietes”.

Essa palavra de ordem, juntamente com o programa de “paz, pão e terra”, levaram os bolcheviques (partido revolucionário comunista), a se organizarem para tomar o poder, liderados por Vladmir Lenin e Leon Trotsky.

No dia 7 de novembro de 1917, os bolcheviques finalmente tomam o palácio de inverno (centro de poder russo) e acabam com o governo provisório, que estava no poder desde a revolução de fevereiro. A tomada do palácio foi pacífica, com poucos tiros e a rendição quase sem luta dos membros do governo provisório.

Em 1924, após a criação da União das Republicas Socialistas Soviéticas em 1922, Petrogrado passou a se chamar Leningrado, em homenagem ao grande líder da revolução.

Hoje, a seleção argentina vai ter que fazer uma verdadeira revolução no seu estilo de jogo para conseguir avançar às oitavas de final. A pátria onde nasceu Che Guevara vai ter que mostrar que é guerreira. Quem sabe Leningrado os inspire. Vamos ver o que dá.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS