Crise atual pode ser maior que 2008, bolsas caem mais de 10%, dólar sobe 3,9% e panelaços explodem

A crise mundial que vivemos pode ser maior que 2008/9, visto que a fuga de investidores estrangeiros passa os US$ 50 bilhões de dólares e destes US$ 10 bilhões saíram do Brasil (R$ 50 bilhões). Além disto, na Europa, o Banco Central aportou mais recursos que na de 2008/9, ou €75 bilhões de euros e emprestou mais de €36 bilhões de euros.

A bolsa norte americana abriu caindo 6% e finalizou  em 4,82%, já a européia cai por volta de 6%, a bolsa brasileira caiu10,35%. O dólar abriu a R$ 5,20, mas devido a intervenção do Banco Central, está  5,08 (+1,5%), mas finalizou o dia em 5,198(+3,90%). O petróleo cai 8,99% e ficou próximo de  26 dólares o barril. A bolsa brasileira teve o sexto paralisação, quando a bolsa caiu mais de 10%.

As projeções para o PIB no Brasil despencam, o banco UBS reduziu de 1,3% para 0,5% e o Credit Suisse de 1,4% para zero.

O desgoverno quer evitar contingenciamento recorde de mais de R$ 40 bilhões e ter de aumentar a meta do rombo, e por isso, prepara a decretação da calamidade pública. O cancelamento do censo para 2021, que ocorreria em agosto deste ano, mostra que o governo já prevê que o  pandemia coronavírus pode entrar  no segundo semestre.

Ante a destruição acelerada do país e do risco para democracia, a população começa a pedir a saída de Bolsonaro e ontem teve panelaços em São Paulo, Recife, Brasília e Rio de Janeiro. E hoje ás 20:30 horas tem novas manifestações.

 

 

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS