Cidade histórica de Minas é ameaçada por mineradora

Especialistas apontam que a cava pode atingir o lençol freático da cidade do Serro, contaminando a água. Especialistas alertam que as explosões no processo de escavação da mina podem abalar as estruturas históricas; para piorar, remanescentes de quilombos não foram consultados

Por Água, sua linda

Serro é uma cidade histórica no alto Vale do Jequitinhonha, na região da Serra do Espinhaço, conhecida por seu queijo artesanal, produção leiteira e de agricultura familiar, arquitetura colonial e por importantes comunidades quilombolas. Acontece que em uma área ainda coberta por vegetação tem uma jazida de minério de ferro que mineradoras estão de olho.

Os riscos e falta de estudos são muitos: falta informações no projeto sobre impacto ambiental sobre Área de Influência Direta (AID) – especialistas apontam que a cava pode atingir o lençol freático, contaminando a água da cidade; especialistas apontam também que as explosões no processo de escavação da mina tem potencial para abalar as estruturas históricas; para piorar, comunidades remanescentes de quilombos não foram previamente consultadas conforme Convenção nº169/OIT.

Passando por cima de todas as recomendações, convenções e ignorando as tragédias recentes mineiras por causa de licenças emitidas sem estudo, o novo presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento do Meio Ambiente/CODEMA, Carlos Dumont, e o prefeito Nondas Miranda (PL), estão acelarando o caminho da Herculano Mineração, criando brechas para dar prosseguimento no processo de licenciamento ambiental nos órgãos do estado.

Quilombolas serão prejudicados pela exploração de jazida de ferro

Bom lembrar que em 2015, a tentativa da Anglo American para explorar ferro na cidade foi barrada por recomendações de geólogos, de engenheiros ambientais e do próprio Ministério Público.

Saiba mais: “Serro/MG – Comunidades quilombolas lutam contra mineradoras” – Mapa de Conflitos FioCruz: http://bit.ly/2MENN6b“MP investiga processo de instalação de mineradora no Serro, que pode afetar rios da região” – G1, 10/02/2021: http://glo.bo/3uOhYJuMovimento Pelas Águas – Facebook: http://bit.ly/3e2IQPP

COMENTÁRIOS

  • Admiro a coragem deste canal, de verdade. São um dos poucos que denunciam os males da mineração.

  • POSTS RELACIONADOS

    >