Churrascão na Cracolândia fez a Vida Loka ir embora, pelo menos por uma tarde de domingo.

Churrascão na Cracolândia - A Craco Resiste - Imagem: Terremoto

Churrascão na Cracolândia fez a Vida Loka* ir embora, pelo menos por uma tarde de domingo

Com autorização dos moradores de rua da Cracolândia, os Jornalistas Livres participaram neste domingo (8), do Churrascão organizado pela “A Craco Resiste” , uma junção de coletivos que tem como objetivo minimizar a violência contra os usuários de crack e pessoas em situação de rua.

Com muito respeito aos bravos guerreiros da Craco, trazemos aqui, momentos sutis daqueles que se permitiram ser fotografados por nossas lentes. Em cada imagem é possível refletir que a luta diária desse povo será mais árdua do que antes. Tudo porque, a saída do projeto De Braços Abertos, que foi um importante marco para a preservação dos Direitos Humanos na região, acabou. Dória está no ar. Uma política neoliberal e alucinada pelo higienismo é o que temos para agora. Pra completar essa receita maldosa, não podemos esquecer que Alckmin soma nessa ação com força e é o chefe da polícia que repreende com requintes de tortura qualquer preto, pobre, favelado, drogado e qualquer outra “coisa” que não seja compatível com o modus operandi da gestão PSDB. Sim, esses seres humanos não passam de lixo para a dupla.

Os mais de trezentos moradores fixos do fluxo da Cracolândia realmente esperam tempos duros. Eles temem uma “limpeza” à base de balas de borracha, bombas de gás, jatos d a’gua, espancamentos e claro, até mortes.

Durante o churrasco, caminhamos pela região do fluxo e pelo alojamento do projeto De Braços Abertos, que ainda não foi desmontado. Lá, encontramos Paulo Alberto, 58 anos, pop-rua. “Para o Dória, uma SP linda é uma cidade sem alma e sem moradores de rua e sem realidade. Quando eles chegarem, muita gente vai morrer aqui, mas não vai ser pelo crack.” Declarou ele

A Vida Loka deu espaço para o amor

A chuva torrencial que desabou no meio da festa não cessou a alegria da turma. O batuque do samba e a dança correram soltos e aquela água toda que caiu na tarde de domingo na capital paulistana veio pra lavar a alma de todos nós. Em cada olhar, uma linda alegria que contrastava com a realidade macabra que está por vir.

Ali vimos morador feliz como criança que tem teto, mãe, pai, brinquedo e comida. Cada um ao seu modo. A gente viu samba e canto pra todo lado. Outros, se esbaldavam com a água que escorria como cachoeira pela calha do alojamento. Eles nos olhavam bem dentro dos olhos com sorrisos imensos. Naquele momento, toda a tristeza, ódio, dor e solidão foram embora e deram lugar para o amor, paz e a perseverança. Era o jogo do mal, dando espaço para o bem entrar naqueles corações.

  •  Vida Loka é uma canção do grupo brasileiro de RAP Racionais MC’s, que foi  lançado no álbum Nada como um dia após o Outro Dia, 2002.
Churrascão na Cracolândia – A Craco Resiste – Imagem: Terremoto

 

Churrascão na Cracolândia – A Craco Resiste – Imagem: Terremoto
Churrascão na Cracolândia – A Craco Resiste – Imagem: Terremoto
Churrascão na Cracolândia – A Craco Resiste – Imagem: Terremoto
Churrascão na Cracolândia – A Craco Resiste – Imagem: Terremoto

 

Churrascão na Cracolândia – A Craco Resiste – Imagem: Terremoto
Churrascão na Cracolândia – A Craco Resiste – Imagem: Terremoto







 

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS