A incompetência do desgoverno no Enem prejudica pelo menos 40 mil estudantes

Para este ano, o desgoverno corta o orçamento do INEP em R$ 485 milhões ou 30%. Até 19 de janeiro de 2020 tinha deixado de utilizar  R$ 246 milhões ou 15,5 % dos recursos previsto para 2019.

Os erros do Ministro da ignorância no Enem que podem ter prejudicado pelo menos 40 mil jovens. Veja a coluna dia a dia no desgoverno no youtube dos jornalistas livres.

As provas têm cores diferentes e no lançamento das notas no sistema houve falha. Esta falha foi no segundo dia, quando os estudantes respondiam questões de matemática e humanas.

O governo acusa a gráfica Valid, que imprimiu e distribuiu a prova pela primeira vez.E as informações disponíveis apontam que diversos problemas já vinham ocorrendo, visto que a gráfica não tinha estrutura a altura do Enem.

O próprio ministro da ignorância reconheceu o erro que prejudicou milhares de jovens.

Agora a noite o desgoverno informou que houve erros também no primeiro dia da prova e mais estudantes podem ter sido prejudicados.

Esta situação pode estar relacionada a baixa execução do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) que  até 19/1 tinha deixado de utilizar  R$ 246 milhões ou 15,5 %.Sendo que o principal corte está no custeio R$ 222 milhões e em investimentos -49%.

Valores em milhões
Unidade Orçamentária LOA 2019 Empenhado 2019 Variação Variação
26290 – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira 1.582,2 1.336,0 -246,2 -15,56%
1 – Pessoal e Encargos Sociais 81,2 80,4 -0,8 -0,99%
3 – Outras Despesas Correntes 1.454,7 1.232,1 -222,6 -15,30%
4 – Investimentos 46,3 23,5 -22,8 -49,24%

E a execução do orçamento de 2019 aponta que deixaram de ser aplicados,  até 19 de janeiro,  na ação exames e avaliações da educação básica R$ 155 milhões ou -13,4%.

Ação Orçado Empenhado variação variação Liquidado Pago
20RM – Exames e Avaliações da Educação Básica 1.199.091.150 1.004.006.467 -195.084.684 -16,27% 629.380.907 618.782.949

O corte é de R$ 485 milhões ou 30% para o orçamento de 2020 do INEP frente ao ano passado.

2019 2020 Variação Variação
26290 – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira 1.582.214.814 1.096.382.427 -485.832.387 -30,71%

E a denúncia aceita pelo Ministério Público Federal do uso de  bilhões de emendas parlamentares  para aprovar a reforma da previdência no Congresso Nacional.

De forma, ilegal visto que deputado em primeiro mandato não tem direito a emenda parlamentar, o governo distribui R$ 5 milhões  na área da saúde para cada deputado. Áudio da deputada Carla Zambeli mostra esta pratica.

O ministério público federal abriu investigação contra Bolsonaro, Rodrigo Maia e o Ministro da Saúde.

Categorias
Destaques
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish

Relacionado com