-Me traz aquela!

Depois de várias reportagens sobre o dia a dia da Cracolândia, a jornalista Valéria Jurado e o fotógrafo Ale Ruaro decidiram escrever uma “crônica”. Entendedores entenderão.

A Lenda do Faz-me-rir

Lenda do Faz-me-rir. Imagem masculina sobre paisagem com mandacaru

Bem-vindos e bem-vindas ao “Café com muriçoca” – espaço de compartilhamento literário dos Jornalistas Livres. No texto de hoje, “A lenda do faz-me-rir”, Dinha conta a história de um rapaz nordestino que, cansado de ser discriminado no sul por causa do seu sotaque, encontra um jeito nada pacífico de impor respeito.

Um minuto de silêncio

Um minuo de silêncio. Imagem feminina em cores. Rosto de mulher negra, com olhar duro/sarcástico. Elza Soares. A Mulher do fim do mundo.

Bem-vindos e bem-vindas ao “Café com muriçoca” – espaço de compartilhamento literário dos Jornalistas Livres. No texto de hoje, “Um minuto de silêncio”, Dinha fala sobre a morte da grande artista Elza Soares, a mulher do fim do mundo, e sobre o genocídio negro, propondo uma breve homenagem à população negra.

Não há vagas

Não há vagas - Fundo roxo e preto com rostos de mulheres negras

Bem-vindos e bem-vindas ao “Café com muriçoca” – espaço de compartilhamento literário dos Jornalistas Livres. No texto de hoje, “Não há vagas”, Dinha fala sobre (a falta de) trabalho, alimentação e sobre “animais” que manjam de economia.

Natal na quebrada

Natal na quebrada

Bem-vindos e bem-vindas ao “Café com muriçoca” – espaço de compartilhamento literário dos Jornalistas Livres. O texto de hoje, “Natal na quebrada”, de Dinha, reflete sobre a noite de Natal em tempos de fome e outras violações de direito.

Eu queria que você tivesse razão

Caro senhor presidente

Bem-vindos e bem-vindas ao “Café com muriçoca” – espaço de compartilhamento literário dos Jornalistas Livres. O texto de hoje é uma carta ao senhor presidente, “Eu queria que você tivesse razão”.