Selo do centenário de Paulo e Elza Freire

Congregação da FE aprova criação do selo comemorativo do Centenário de Paulo Freire e 105 anos de Elza Freire.O selo é gratuito, democrático e público e permanecerá disponível para download até 31 de dezembro de 2021
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A comemoração do centenário de Paulo Freire e dos 105 anos de Elza Freire em pleno desgoverno fascista não deixa de ser uma enorme oportunidade de esperançar. E mais que nunca temos de cultivar a esperança militante e lutar contra o fascismo.

Neste contexto, o pensamento crítico e o ato educativo são cada vez mais revolucionários.

Veja o Texto da Unicamp sobre a aprovação deste selo:

Fabiana Alves do site da Unicamp A Congregação da Faculdade de Educação (FE) da Unicamp aprovou durante a realização da 349ª Reunião Ordinária da Congregação, a Deliberação n°. 253, de 16 de dezembro de 2020, que trata da criação do selo comemorativo do centenário Paulo Freire e 105 anos de Elza Freire.

O selo é gratuito, democrático e público, com autorização de reprodução e demais usos para fins exclusivamente acadêmicos e permanecerá disponível para download no website da Faculdade de Educação até 31/12/2021.

_________________________________________________________________________________________________________________________

Confira logo abaixo texto das professoras Nima I. Spigolon (FE) e Camila Coimbra que pleitearam a criação desse selo:

Centenário de Paulo Freire e 105 anos de Elza Freire

Ainda que um ano atípico e pandêmico, em 2020 nós professoras, Nima Spigolon ([email protected]) da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP e Camila Lima Coimbra ([email protected]) da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia – UFU, demos continuidade a uma agenda institucional de parcerias, projetos e produções tendo como temática central as concepções de Paulo Freire, trabalho iniciado há mais de 15 anos. Assim, criamos um selo comemorativo ao Centenário de Paulo Freire (1921-1997) e aos 105 anos de Elza Freire (1916-1986), materializado na arte de Felipe Menegheti ([email protected]). O selo marca a agenda das comemorações institucionais e em redes profissionais, acadêmicas, relacionais e freireanas no Brasil e pelo mundo.

Dois em um. Um em muitos. Muitos em dois. Trocadilho para iniciar uma categoria fundamental para a compreensão do pensamento freireano: a ideia de um sujeito histórico, que se faz a partir e com suas experiências, formação, trajetória vivenciadas nas relações sociais, constituindo-se, assim, em cada identidade cultural presente na diversidade da realidade brasileira. Se assim somos, identificamos no pensamento de Paulo a presença, a convivência, a permanência, a influência da educadora Elza.

O selo apresenta o “reencontro” de Elza com Paulo, na comemoração, no reconhecimento, na historicidade de seus pensamentos e de suas práxis na concepção de um mundo menos desigual e de uma educação libertadora. Educação libertadora que não se faz com um, no singular, mas com gente, no plural. “Reencontro” na luta, na humildade, no amor, na esperança, na reflexão crítica e na confiança, mediatizada pelo diálogo. Nesse diálogo, a obra e vida de Paulo Freire são amalgamadas por Elza Freire. Encontramos, pois, a amorosidade de ambos a constituir esse legado humano, político e pedagógico. Ao reconhecer em Elza a presença de Paulo e em Paulo a presença de Elza anunciamos, de fato, uma relação dialógica e dialética e, de direito, um conjunto de teorias e práticas no campo da transformação social. O selo, simbolicamente, representa a denúncia e o anúncio dialógico e utópico freireano, entre Elza e Paulo e entre eles e a humanidade.

A CONGREGAÇÃO DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS (UNICAMP) em sua 349ª Reunião Ordinária, realizada em 16/12/2020, deliberou pela aprovação da Criação do selo comemorativo do Centenário de Paulo Freire e 105 anos de Elza Freire.

A DIREÇÃO DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA, por meio de Decisão Administrativa, do dia 28/12/20 aprovou o Selo Comemorativo do Centenário de Paulo Freire e 105 anos de Elza Freire.

O selo é gratuito, democrático e público, com autorização de reprodução e demais usos para fins exclusivamente acadêmicos e permanecerá disponível para download no website da Faculdade de Educação da Unicamp e no site do CEPF até 31/12/2021.

100 anos de Paulo e 105 anos de Elza, diferença cronológica, encontro atemporal, de presenças dialógicas e libertadoras nesse mundo.

Professoras Nima Spigolon e Camila Coimbra

PARA BAIXAR OS SELOS: selos-comemorativos-centenario-paulofre.zip

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Paulo Freire vive na Amazônia

Ontem pela manhã, deu-se inicio em Belém, PA ao III Encontro da,Cátedra Paulo Freire da Amazônia, promovido pela Universidade do Estado do Pará – UEPA

Cadê a Revolução que estava aqui?

    Por Laura Capriglione e Lina Marinelli, dos Jornalistas Livres   Menos de 70 metros separam a múmia do revolucionário Vladimir Ilich Lênin (1870

A REVOLUÇÃO RUSSA E A LUTA DAS MULHERES

Por Luna Costa para os Jornalistas Livres Há 100 anos, acontecia a insurreição dos Bolcheviques, liderados por Vladimir Lênin, contra o governo provisório (25 outubro

>