Rindo para não chorar

A semana em charges

Salve camarada! Tranquilidade? Na paz de Jah? Pois é meninos e meninas… Finalmente o momento mais aguardado de 2021 chegou: O fim! Vocês hão de concordar comigo que já não era sem tempo. Porém antes de acabar com essa agonia teremos de passar por uma grande maratona de pieguice, aborrecimento em família e azia também conhecida como “festas”. E por isso vamos a mais um “rindo para não chorar” – nosso engov profilático de humor gráfico semanal – e antes de reclamar do peru do tio e do pavê da tia pense bem… 19 milhões de brasileiros dariam tudo pra estar no seu lugar…

Sentiu culpa agora? Muito bem, culpa faz parte do pacote natalino. Bóra pras charginha.

Por Céllus

Hohoho

Chegou o natal. Sim. De novo. É… É… Eu sei.

Por Aroeira

General no tribunal

Se você pudesse escolher alguém, com base em sua profissão, para ser diretor geral do TSE… Você nomearia um: a) Geógrafo b) Juiz de direito c) Estatístico d) Engenheiro e) Milico

Lembrando que o órgão é responsável pela coordenação da auditoria das urnas. humm…

Por Bacellar

Novas urnas, velhos golpes…

Eu vou insistir nisso até ver todo mundo comentando a respeito: A Positivo Informática vai fornecer 225.000 urnas novas para a eleição de 2022. Essa empresa foi fundada por um senador do mesmo partido do Sérgio Moro. A família do senador ainda é fortemente ligada a empresa. Essa semana o general Azevedo e Silva foi alçado ao cargo de diretor geral Tribunal Superior Eleitoral, que vai auditar as urnas positivo informática.

Sabe como é feito o “teste de integridade” do TSE? Sorteio de amostragem. De 3 a 5 urnas por seção sorteada. Ou seja: É preciso confiar na idoneidade do sorteio. E o diretor geral do TSE é um general de direita! Se liga, hein!

Por Kleber

Recessão técnica

Com os dados divulgados pelo Bacen no dia 15, quarta, o Brasil segue oficialmente em recessão técnica. Quer saber o que é isso? Vá até o supermercado. Mas não esqueça de reparar na família de pedintes na porta do estabelecimento…

Por Céllus

Fome

Estudo veiculado essa semana pela Unicef estimou que 72% das famílias mais pobres do Brasil passaram ou estão passando fome durante a pandemia.

Por Lute

Nova classe C

Antes do golpe de 2016 um assunto amplamente discutido na sociedade brasileira era a ascensão da “nova classe C” – estratos sociais, que com a melhoria de renda impulsionada por programas sociais e o aquecimento da economia, elevavam-se da classe D para a C. Nos governos pós-golpe – do Vampirão ao Biroliro – estamos na iminência da emergência da neonova classe C. Uma classe composta pelos oriundos da antiga classe B que começam a sentir na pele a bronca de serem uns fodidos pobres.

Faz arminha, faz.

Por Fredy Varela

Criança feliz

E para comemorar essa linda data deixamos com vocês esse cândido e emocionante clássico natalino: ouça aqui.

Por Beto

Resiliência

A semana foi marcada pelo burburinho gerado pelas últimas pesquisas eleitorais. A esquerda mal disfarça a euforia com a rejeição de Bolsonaro, a vantagem do Lulão e o flop inicial do Marreco. Eu, como todo gato escaldado, me pelo de medo de água fria. O que realmente me chamou a atenção no datafalha foi a resiliência do Biroliro… Vamos cobinar né, meus amores… 18% na espontânea com o DESASTRE econômico e social que vivemos, com 617 mil mortos oficiais nas costas e com os índices de inflação e desemprego nas alturas… É resiliência de barata mesmo!

Por Adnael

Ano de trevas

Nos últimos dias circulou por aqui a notícia da morte por covid19 da enfermeira italiana de 64 anos que declarou que gostaria de contrair o vírus. Mais uma triste vítima no imenso cemitério dos negacionistas. O problema é que o vírus não afeta apenas negacionistas… São 5.350.000 mil vidas perdidas até aqui. Isso em números oficiais. Quantos foram enterrados sem os exames ou tratamento apropriado? Todos nós seguimos um pouco anestesiados nesse momento de refluxo da pandemia no Brasil, vislumbrando o futuro livre do vírus, mas 2022 tem que ficar para sempre na memória de quem sobreviveu como o ano em que mais de 400.000 brasileiros morreram sem ar.

Por Alexa

Sopro de vida

Parem as prensas; enquanto escrevo, alvissareiras novas chegam do Chile! O candidato Gabriel Boric, 35, representante da coalizão de esquerda Convergência Social, foi confirmado o próximo presidente do país andino ao derrotar o candidato de extrema direita Antonio Kast, 55, do Partido Republicano, por 55,9% a 44,1%.

Cachai?

Por Geuvar

Eu sei o que vocês fizeram no verão do Banestado

Por aqui as coisas permanecem obscuras… Diferente do Chile, a extrema direita está no poder. Mas não creio que a elite, ainda mais com a lição que acaba de ser dada no país vizinho, vai apostar nela para se manter no poder. As fichas vão para o Marreco de Maringá. Aquele da Lava Jato… Da Vaza Jato e – não esqueçamos – do caso Banestado

Por Bacellar

Obssesão

E por falar no Marreco podemos aguardar uma dura batalha em 2022 entre ele e Lulão. “-Ah mas quem tá na frente é o Bolsonaro, não fala bosta!!!” Aguardem, meus amores, aguardem…

Por hoje é só camaradinhas! Aliás não só por hoje. Por motivos de recessodefimdeano o “Rindo para não chorar” volta apenas em 2022. Aproveitem bem essa folga dos meus chorumes por que ano que vem – ano de eleição – vai ter muito, mas muito, mais. Beijos no corassaum, manerem na putaria divirtam-se com responsabilidade por que a pandemia ainda não acabou, aproveitem bem com as pessoas queridas sejem felizes. É nóis!

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Craque dentro e fora do campo

O centroavante Richarlison ganhou cerca de 4 milhões de seguidores em seu Instagram após fazer os dois gols na vitória do Brasil contra a Sérvia.