Prefeitura de Uberlândia cancela Olimpíada Universitária após apoio de alunos a Lula

Em comunicado pelo telefone, a prefeitura de Uberlândia informou o cancelamento sem justificativa específica, apenas violação de normas
Olimpíada Universitária UFU Uberlândia - Foto: Reprodução
Olimpíada Universitária UFU Uberlândia - Foto: Reprodução

Na última sexta-feira (14), durante a cerimônia de abertura da Olimpíada Universitária da Universidade de Uberlândia (UFU), os estudantes demonstraram apoio ao candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Na manhã do dia seguinte (15), a UFU recebeu um telefonema informando o cancelamento da cessão de espaços públicos para a realização do evento. No entanto, o comunicado não ofereceu uma justificativa específica para a instituição federal. O prefeito de Uberlândia é Odelmo Leão é do Partido Progressistas (PP), que oficializou apoio a candidatura de Jair Bolsonaro. A cidade também é de maioria bolsonarista.

Por Emanuela Godoy

Em vídeo compartilhado nas redes sociais, é possível notar inúmeras das pessoas presentes fazendo o “L” com a mão. A manifestação aconteceu durante o hino nacional na Arena Sabiazinho, local administrado pela Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel), autarquia da Prefeitura. A universidade reforça que o ato de natureza política aconteceu de forma voluntária e pacífica por parte dos estudantes. 

Alunos da Universidade de Uberlândia fazem o L durante o hino

“A UFU foi surpreendida através de contato telefônico com o cancelamento contratual referente ao uso de espaços administrados pela Prefeitura Municipal de Uberlândia na manhã do dia 15 de outubro. Isso compromete o andamento dos jogos da Olimpíada. Naquele mesmo dia, a UFU acionou formalmente a Prefeitura, com cópia ao Ministério Público Federal. Naquela ocasião, a UFU buscou reverter esta situação e, também, solicitou que a Prefeitura, de qualquer forma, formalizasse o ato administrativo.”

Já a prefeitura informou que suspendeu os jogos das Olimpíadas Universitárias por conta do “descumprimento de determinações estabelecidas pelo Termo de Ajuste e Autorização de Uso por parte da Universidade Federal de Uberlândia”. Segundo a prefeitura teriam sido desrespeitadas as normas que proíbem o uso de fogos de artifício, confetes, pirotecnia, fitas e outros objetos que venham sujar os espaços cedidos. Entretanto a prefeitura não explicou qual foi o “material sujo” utilizado.

Leia mais sobre as eleições AQUI.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

“Brasil está de volta”: Lula na COP27

Discurso do futuro presidente foi ovacionado diversas vezes pela plateia. Governo em exercício foi esquecido O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva discursou hoje (16)