Paralisação dos professores particulares de São Paulo atinge quase cem escolas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Este é tempo de divisas,

tempo de gente cortada.

De mãos viajando sem braços,

obscenos gestos avulsos.

Carlos Drummond de Andrade.

Os motivos da greve dos professores particulares é o ataque dos patrões a Convenção Coletiva de Trabalho e os direitos duramente conquistados através de muita luta. A Carta Aberta dos Professores do Colégio Santa Clara mostra bem os motivos da paralisação:

“(…) essa realidade de garantia de direitos historicamente conquistados deixou de ser efetiva com a aprovação da reforma trabalhista no ano passado. E essa situação agrava-se, no presente momento, com a proposta do sindicato patronal, o Sieeesp, de alterações na Convenção Coletiva de Trabalho.

As propostas mais parecem um ataque direto à categoria, posto que implicariam na precarização do ensino – esta seria sua incontestável consequência. Dentre as proposições estão a restrição de bolsas de estudo de filhos de professores e assistência médica, o fim da isonomia salarial, redução de salários e contratos por tempo determinado, além de indicar abertura à terceirização na Educação. Trata-se de um desdobramento evidente da aprovação da reforma trabalhista, aplicado à Convenção Coletiva.

Nenhuma dessas mudanças tem como objetivo melhorar a qualidade da Educação. Ao contrário. Sabemos que o vínculo é um dos elementos fundamentais no processo educativo e que essas propostas criariam uma realidade de instabilidade para os professores, enfraquecendo seus laços com suas instituições de trabalho e, consequentemente, afrouxando também as relações entre professores e alunos, o que afetaria, irrevogavelmente, o desenvolvimento pleno dos estudantes.”

As atividades do dia de hoje:

Estudantes no Sion / Rio Branco.

Na Vital Brasil/No metrô Butantã.

Estudantes nas atividades da Praça Buenos Aires.

Escolas paralisadas:

Do site do SINPRO SP (sindicatos dos professores das escolas particulares)

última atualização: 29/05/2018, 10h

A relação abaixo de 98 escolas é um levantamento preliminar. O SinproSP solicita a colaboração dos professores para atualizar as informações. Basta chamar in box no FB ou escrever para [email protected]

  1. Abilita
  2. Alecrim
  3. Anglo 21
  4. Anglo Leonardo da Vinci
  5. Anglo Vestibulares São Paulo (unidades Tamandaré, Sergipe e João Dias) **
  6. Ânima
  7. Arete
  8. Arraial das Cores
  9. Ateneu Osasco
  10. Bakhita
  11. Be.Living
  12. Builders Educação Bilingue
  13. Carandá – Viva vida
  14. Casinha Pequenina
  15. Colégio Canello Marques
  16. Colégio Anglo São Paulo **
  17. Colégio Arquidiocesano*
  18. Colégio Cristo Rei
  19. Colégio Friburgo
  20. Colégio Global
  21. Colégio Hugo Sarmento
  22. Colégio Mater Amabilis (Guarulhos)
  23. Colégio Murupiara
  24. Colégio Nova Estrela Guia
  25. Colégio Pedroso e Oliveira (fund 2 e médio )
  26. Colégio Pedroso Objetivo
  27. Colégio Regina Mundi
  28. Colégio Santa Maria (ensino médio)
  29. Costa Zavagli
  30. Escola Alto de Pinheiro
  31. Escola Fazendo Arte
  32. Escola Jacarandá
  33. Escola Pé Pequeno
  34. Escola Vila Alpha
  35. Emilie de Villeneuve
  36. Equipe
  37. Escola da Vila
  38. Escola do Bairro
  39. Escola Miguilim
  40. Escola Vera Cruz
  41. Escola Viva
  42. Espaço Brincar
  43. Estilo de Aprender
  44. Estrela Guia
  45. Giordano Bruno
  46. Gracinha
  47. Grão de Chão
  48. Ítaca
  49. Liceu Pasteur (francês)
  50. Lumiar
  51. Madre Cabrini **
  52. Magister
  53. Maple Bear Granja Julieta
  54. Maple Bear Guarulhos
  55. Maple Bear Jaguaré **
  56. Maple Bear Klabin
  57. Maple Bear Santana
  58. Maple Bear Vila Mascote**
  59. Notre Dame
  60. Novo Ideal
  61. Ofélia Fonseca
  62. Oswald
  63. Parâmetros
  64. Parque Maravilha **
  65. Pataxó
  66. Pathernon (Guarulhos)
  67. Pentágono (3 unidades)
  68. Playpen
  69. Politeia
  70. Primeira
  71. Projeto Vida **
  72. Quintal do João Menino
  73. Rainha da Paz
  74. Recreio
  75. Santa Amália
  76. Santa Amália Tatuapé
  77. Santa Clara
  78. Santa Clara de Assis
  79. Santa Cruz*
  80. Santa Maria de Nazaré
  81. Santi
  82. São Domingos
  83. São Teodoro de Nossa Senhora do Sion
  84. Simão Frugis
  85. Stance Dual
  86. Teia de Aprendizagens
  87. Teia Multicultural
  88. Tutor School
  89. Viver
  90. Waldorf Aitiara (Botucatu)
  91. Waldorf Berta e Emil Molt
  92. Waldorf Francisco de Assis
  93. Waldorf Guayi
  94. Waldorf Micael
  95. Waldorf Ribeirão Pires
  96. Waldorf São Francisco de Assis
  97. Waldorf São Paulo
  98. Waldorf Viver Bauru

* paralisação total à tarde; atividades “temáticas” na parte da manhã e à noite.

** paralisação parcial

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

>